Notícia

Presos por espancar e matar homem na Praia da Costa são identificados

Os dois jovens usaram um pedaço de madeira para agredir a vítima na Curva da Sereia, na Praia da Costa

Os dois acusados de assassinarem a pauladas um homem na Praia da Costa, em Vila Velha, na noite de sábado (01), foram identificados durante a madrugada deste domingo (2) após serem levados para delegacia. Os suspeitos foram detidos minutos depois do crime pelo Secretário Estadual de Segurança, Roberto Sá, e foram autuados por homicídio qualificado.

Marcos de Jesus Mendes Júnior, 18 anos, e o adolescente de 15 anos
Marcos de Jesus Mendes Júnior, 18 anos, e o adolescente de 15 anos
Foto: Bernardo Coutinho

De acordo com a assessoria da Polícia Civil, um dos autores do crime é Marcos de Jesus Mendes Júnior, 18 anos, e o outro é um adolescente de 15 anos. Os dois prestaram depoimento no plantão do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Vitória.

Marcos foi autuado em flagrante por homicídio qualificado e foi encaminhado para o Centro de Triagem de Viana (CTV), segundo informações da Polícia Civil. O adolescente, 15 anos, responderá por ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado e será encaminhado ao Ministério Público Estadual.

Até o momento ninguém foi ao Departamento Médico Legal (DML) para identificar o corpo da vítima.

O CASO

O Secretário Estadual de Segurança, Roberto Sá, estava caminhando no calçadão da Praia da Costa na noite deste sábado (01), quando viu uma comoção no local. Populares informaram que dois jovens tinham agredido um homem com pauladas na Curva da Sereia, Praia da Costa. Ao ver os dois acusados, ele começou a persegui-los a pé enquanto ligava para a Polícia Militar.

Coincidentemente o subtenente da Polícia Militar, Paulo Eduardo de Oliveira Braga, estava no local com sua filha e, quando ficou sabendo do ocorrido, foi em casa buscar sua moto para auxiliar o Secretário na perseguição.

Homem é morto na Praia da Costa, em Vila Velha
Homem é morto na Praia da Costa, em Vila Velha
Foto: Fernando Madeira

Os jovens fugiram para a mata próxima do Morro do Moreno. Mas, ao tentarem sair do local, eles foram presos pelo Secretário e o subtenente, que já estavam no local.

Os acusados contaram para a Polícia Militar que viram o homem discutindo com uma mulher e foram intervir. Depois de discutirem, o homem saiu e retornou com uma faca na mão. Em defesa, os dois agressores usaram um pedaço de madeira e desferiram golpes contra a cabeça da vítima.

 

 

 

 

Ver comentários