Notícia

Quem é quem entre os presos em operação da Polícia Civil

Conheça os homens, a mulher e o adolescente que foram presos durante operação da Polícia Civil que resultou na prisão de armas, drogas e munições

Homens e a mulher que foram presos durante operação da Polícia Civil que resultou na prisão de armas, drogas e munições
Homens e a mulher que foram presos durante operação da Polícia Civil que resultou na prisão de armas, drogas e munições
Foto: Montagem Gazeta Online | Divulgação Polícia Civil

Oito pessoas, dentre elas um adolescente de 17 anos, foram presas durante uma operação Departamento Especializado de Investigações Criminais (DEIC), da Polícia Civil, realizada na Grande Vitória. As prisões ocorreram entre segunda-feira (3) e sexta-feira (7) deste mês nos municípios de Vitória, Serra, Cariacica e Viana. De acordo com a polícia, os presos estão envolvidos com o traficantes que atuam no Complexo da Penha, em Vitória.

SAIBA QUEM É QUEM

Felipe Almeida de Souza, 24 anos

Felipe Almeida de Souza
Felipe Almeida de Souza
Foto: Divulgação | Polícia Civil

O crime: Os policiais apreenderam dentro da casa dele, no bairro São Pedro, em Vitória, um fuzil calibre .556 e 94 munições do mesmo calibre. As investigações apontam que Felipe guardava o fuzil e as munições para traficantes do Complexo da Penha.

Autuação: Ele foi autuado por posse ilegal de arma de fogo e munição de uso restrito.

Heder Luis Lopes, 29 anos

Heder Luis Lopes
Heder Luis Lopes
Foto: Divulgação | Polícia Civil

O crime: Heder é ex-assessor parlamentar da Câmara de Viana. Na casa dele, no bairro Nova Bethânia, em Viana, os policiais apreenderam 500 munições de fuzil calibre .556, 180 munições de espingarda calibre 12, seis munições calibre 38, uma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38, 25 quilos de ácido bórico e R$ 2.140 em espécie. Investigações da Polícia Civil apontam que ele guardava munições e insumos destinados à preparação de cocaína para traficantes do Complexo da Penha.

Autuação: Autuado por tráfico de drogas e posse ilegal de munições de uso restrito

> Ex-assessor da Câmara de Viana é preso por tráfico de drogas

Tiago Almeida Helmer, 33 anos

Tiago Almeida Helmer
Tiago Almeida Helmer
Foto: Divulgação | Polícia Civil

O crime: Com ele, os policiais apreenderam oito munições calibres 36 e 38, uma espingarda calibre 36, um revólver calibre 38, oito pacotes com comprimidos de ácido bórico, 10 balanças de precisão e 13 quilos de cocaína. Ele foi encontrado em um sítio localizado às margens da BR-262, em Viana. Ele tem passagem por lesão corporal e ameaça.

Autuação: Autuado por tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e tentativa de homicídio. Segundo a Polícia Civil, ele atirou contra os investigadores ao ser abordado durante a operação.

Rogério Pereira Narciso, 39, Wellington de Sousa, 23, Dayane Loureiro, 26

Rogério Pereira Narciso
Rogério Pereira Narciso
Foto: Divulgação | Polícia Civil

O crime: Na casa onde estava o trio, localizada no bairro Sotelândia, em Cariacica, foram apreendidos quatro quilos, 80 papelotes e 3 pedaços de crack, dois quilos de cocaína, quatro dinamites, três balanças de precisão, 38 munições calibre 380 e R$ 235 em espécie.

Autuação: Foram autuados por tráfico de drogas,associação ao tráfico de drogas, posse ilegal de munições e dinamites e corrupção de menores. Rogério já foi preso por sequestro e tentativa de assalto e Wellington já foi preso por tráfico de drogas e homicídio.

Adolescente de 17 anos

O crime: Foi apreendido no mesmo imóvel onde estavam Rogério Pereira Narciso, Wellington de Souza, e Dayane Loureiro no bairro Sotelândia, em Cariacica.

Autuação: Apreendido pela prática de ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas, associação ao tráfico de drogas, posse ilegal de munições e dinamites.

Philipe Ramalho Bento, 30 anos

Philipe Ramalho Bento
Philipe Ramalho Bento
Foto: Divulgação | Polícia Civil

O crime: Ele tem uma loja especializada na compra, venda e manutenção de celulares. Dentro do estabelecimento dele, localizado no bairro Castelo Branco, em Cariacica, os policiais apreenderam 66 celulares roubados. De acordo com o delegado Fabiano Rosa, responsável pela operação, as investigações apontam que Philipe recebia celulares roubados, desbloqueava e repassava os aparelhos para traficantes do Complexo da Penha.

Autuação: Receptação qualificada

POLÍCIA PRENDE CINCO ASSASSINOS POR DIA

As forças de segurança do Estado prendem cinco suspeitos de homicídios e nove armas por dia em todo o território capixaba. A afirmação é do secretário de Estado da Segurança Pública, Roberto Sá. O secretário participou da apresentação da operação que resultou na prisão de oito pessoas, sete armas, drogas e munições.

Os dados foram apresentados nesta terça-feira (11). O secretário destacou que as prisões realizadas em bairros de Viana, Cariacica, Serra e Vitória são desdobramentos da prisão de 19 pessoas acusadas de atuar em conjunto com traficantes do Primeiro Comando de Vitória (PCV), facção responsável pelo comércio de drogas no Complexo da Penha, em Vitória.

"O Estado apreende, por dia, nove armas de fogo e cinco homicidas. Essa operação de hoje é um desdobramento que está sendo realizado pelo Deic a partir das prisões realizadas na Penha no mês passado. Diversas diligências foram feitas durante a investigação. A partir daquelas operações, informações importantes apuradas e diligências concluídas", explicou.

Ver comentários