Notícia

Suspeitos de sequestrar família do prefeito de Ecoporanga são presos

Uma dupla foi detida; outros três suspeitos seguem sem localização

Foram apreendidos um rifle calibre 22, uma escopeta calibre 12 e dois revólveres calibre 38, além de joias, relógios, dinheiro, velulares, uma televisão e dinheiro
Foram apreendidos um rifle calibre 22, uma escopeta calibre 12 e dois revólveres calibre 38, além de joias, relógios, dinheiro, velulares, uma televisão e dinheiro
Foto: Leonardo Goliver

Dois suspeitos do sequestro da família do prefeito de Ecoporanga, Elias Dal Col, na madrugada de segunda-feira (17), foram presos em flagrante nesta terça-feira (18). Os momentos de terror aconteceram na propriedade de Elias, em Córrego do Osvaldo Cruz, zona rural do município. Outros três suspeitos continuam foragidos. As prisões ocorreram no bairro Movelar, em Linhares.

Ao Gazeta Online, o delegado Leonardo Carvalho Ferraz de Amorim, titular da Delegacia de Polícia de Ecoporanga, ressaltou que cinco pessoas são suspeitas de envolvimento no crime. “Por enquanto nós temos dois detidos. As diligências ainda estão sendo realizadas, mas já temos aqui dois detidos, que inclusive foram encontrados com parte dos objetos das vítimas”.

 O trabalho da polícia continua e nenhuma linha de investigação está descartada. “A gente trabalha com várias linhas de investigação. O que a gente até o momento tem de mais forte é o fato da obstrução de liberdade das vítimas, o emprego de arma de fogo, mas ainda estamos verificando a real motivação, se realmente foi só patrimonial, mas ao que tudo indica sim”, explicou.

 Ainda segundo o delegado, um dos veículos levados pelos criminosos foi visto circulando em Linhares nesta terça-feira (18). “O que a gente apurou até agora é que um (veículo) está circulando aqui, o outro a gente já tem uma linha de investigação a confirmar, mas um dos veículos estaria circulando aqui”, destacou.

Com os detidos foram apreendidos um rifle calibre 22, uma escopeta calibre 12 e dois revólveres calibre 38 na residência dos suspeitos. Um dos detidos mora em Linhares. Apreenderam, também, jóias, relógios, dinheiro, aparelhos celulares, uma televisão e uma quantia em dinheiro Real e também em moeda estrangeira.

> Três homens são detidos por porte ilegal de arma em Cachoeiro

O filho do prefeito, a nora, os dois netos, além de três funcionários da fazenda foram sequestrados por bandidos fortemente armados na madrugada de segunda-feira (17). De acordo com um parente, que pediu para não ser identificado, por volta das 18h30 tem uma tirada de leite na fazenda, e foi neste momento que os funcionários e a família foram rendidos pela quadrilha.

Usando luvas, toucas e lanternas na cabeça, os criminosos amarraram as vítimas e reviraram as duas casas da propriedade. 

VEJA FOTOS

SEQUESTRO

Casa foi revirada por criminosos em Ecoporanga
Casa foi revirada por criminosos em Ecoporanga
Foto: Internauta

“Em uma casa mora o prefeito e, na outra, mora o filho. As residências ficam a cerca de 50 metros uma da outra. Foi tudo revirado. Os bandidos estavam procurando pelo prefeito, mas não davam mais informações. Falavam o tempo todo ‘Cadê o prefeito? A gente sabe que ele mora aqui’. Mas ele não estava em casa no momento. Então, sequestraram a família”, contou o familiar.

Após roubarem alguns objetos pessoais e eletrodomésticos, os suspeitos levaram também as duas caminhonetes da família (uma Hilux e uma Amarok), colocaram as oito vítimas nos veículos e fugiram em direção a Nova Venécia. Os criminosos seguiram também em um Ford Ka, que mais tarde foi queimado e abandonado em uma estrada.

DEIXADOS EM LAVOURA

Veículo que foi queimado e abandonado pelos criminosos após sequestro
Veículo que foi queimado e abandonado pelos criminosos após sequestro
Foto: Internauta

Já a família do prefeito e os funcionários foram deixados em uma lavoura de café na zona rural de Nova Venécia. Os suspeitos pediram que eles aguardassem um tempo no local antes de buscar ajuda. Um tempo depois, o filho do prefeito conseguiu chegar a uma rodovia próxima e pediu auxílio a um taxista que passava por lá. Todos foram socorridos sem ferimentos e levados à Delegacia de Polícia de Nova Venécia, onde registraram o boletim de ocorrência.

“O filho do prefeito disse que os bandidos trataram todos bem, não foram agressivos. Mas cada um estava com duas, três armas. Eles sabiam o que queriam, parecia uma quadrilha especializada e preparada para a ação”, explicou o parente.

O familiar contou que os netos do prefeito são duas crianças (uma menina de 4 anos e um menino de 9 anos). Como os bandidos não foram violentos, elas não entenderam o que estava acontecendo. Ainda de acordo com ele, a Polícia Civil isolou a propriedade da família e realiza uma perícia no local, na manhã desta terça-feira (18). O caso é investigado pela Delegacia de Polícia de Ecoporanga.

PREFEITO ESTAVA NA CAPITAL

O prefeito Elias Dal Col estava em Vitória, nesta segunda-feira (17), a trabalho. Nesta terça-feira, voltou para Ecoporanga e passa toda a manhã em reuniões. 

Ver comentários