Notícia

Vídeo mostra indivíduos ostentando armas em baile funk em Vitória

No vídeo, é possível ver um MC cantando no palco quando, pelo menos, duas pessoas levantam os braços e exibem armas em meio ao público

Na imagem é possível ver uma arma
Na imagem é possível ver uma arma
Foto: Reprodução

Um vídeo enviado por um internauta, gravado no baile funk que tirou o sono de moradores da Capital, durante a madrugada deste sábado (8), no Morro do Juburu, em Vitória, mostra indivíduos ostentando armas de fogo. Nas imagens, é possível ver o MC cantando no palco quando, pelo menos, duas pessoas levantam os braços e exibem armas em meio ao público, que não se intimida com a cena. 

A música, que segundo moradores começou antes das 21h de sexta-feira (7), continuou na manhã deste sábado. Em um ponto próximo a Avenida Vitória, ainda era possível ouvir o funk às 9h.

VÍDEO

O QUE DIZ A PREFEITURA

O secretário municipal de Segurança Urbana, Fronzio Calheira Mota, explicou que a festa não tinha autorização da prefeitura, mas destacou que não houve registro de reclamações pelo Disque-Silêncio. Ele disse, ainda, que a fiscalização a esse tipo de situação é feita de maneira conjunta com a Polícia Militar e exige planejamento prévio para garantir a segurança da equipe.

"Quando a gente sabe que vai ter um evento, nós programamos uma ação do Comitê de Manutenção da Ordem Pública. O comitê vai ao local com fiscais do Disque-Silêncio e com estrutura que permita segurança aos profissionais. Como, geralmente, são áreas que requerem mais cuidado, é um tipo de ação que exige planejamento”, explicou Fronzio.

Segundo ele, na noite desta sexta-feira (7), equipes estavam empenhadas em outras ações, como no fechamento de um bar irregular. Uma ação será feita no local onde aconteceu a festa neste sábado (8).

POLÍCIA MILITAR

A Polícia Militar informou que tem atuado constantemente na repressão a bailes clandestinos com ações planejadas com apoio da Polícia Civil e da Guarda Municipal.

De acordo com a PM, "o número de pessoas que geralmente participa desse tipo de festa, com o dificultador da localidade (área elevada, sem referência exata do local), exige planejamento prévio para que as ações possam ser executadas com efetividade".

A PM pede que os moradores denunciem os responsáveis pela organização desses bailes clandestinos para que as forças de segurança possam atuar. As imagens gravadas pelos moradores devem ser direcionadas à delegacia de Polícia Civil para que as providências de investigação possam ser adotadas.

Vale ressaltar ainda que a atribuição de evitar eventos clandestinos com sonorização acima do permitido é do poder municipal.

SESP

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) informou que esses tipos de bailes não são autorizados pelo poder público e são realizados de forma itinerante e clandestina, geralmente financiados pelo tráfico de drogas. Segundo o órgão, pessoas que frequentam esse tipo de local estão colocando a própria vida em risco.

Em relação aos vídeos enviados pela reportagem, a Secretaria informou que não tem como afirmar que realmente se trata do local citado sem a realização de uma investigação, mas ressaltou que a inteligência monitora todas as atividades criminosas naquela região e operações têm sido realizadas com objetivo de inibir a venda de drogas e prender suspeitos.

As comunidades que tiverem informações de eventos irregulares programados devem manter contato com a fiscalização municipal, com a Polícia Civil, com o Ciodes (190) e com o Disque-Denúncia (181). 

(Com informações de Mayara Mello)

Ver comentários