Notícia

Agente suspeito de facilitar fuga de nove detentos no ES é preso

A prisão do agente penitenciário aconteceu no bairro Cristóvão Colombo, em Vila Velha, mas a identidade do suspeito não foi revelada.

Uma operação do Núcleo de Combate e Repressão às Organizações Criminosas (Nuroc) prendeu, na manhã desta quarta-feira (24), um agente penitenciário suspeito de facilitar a fuga de nove detentos da Penitenciária Estadual de Vila Velha 3, do Complexo de Xuri, em abril deste ano. Os presos que fugiram têm passagens por tráfico de drogas, assassinatos e outros crimes e apenas dois foram recapturados. 

A prisão do agente penitenciário aconteceu no bairro Cristóvão Colombo, em Vila Velha, mas a identidade do suspeito não foi revelada.

De acordo com o delegado Raphel  Ramos, além do mandado de prisão, também foram cumpridos mandados de busca e apreensão na casa do suspeito. Outros cinco mandados de busca e apreensão são realizados nas cidades de Vitória e Cariacica.

Cerca de 25 agentes do Nuroc, entre eles policiais civil e militares, participaram a operação.

A FUGA

Fugitivos da penitenciária de Xuri
Fugitivos da penitenciária de Xuri
Foto: Divulgação | Sejus

Os detentos fugiram da Penitenciária Estadual de Vila Velha III, do Complexo de Xuri, em abril. Dos nove detentos, um deles é apontado pela polícia como chefe do tráfico de Flexal II. Além dele, estão na lista um agressor de mulher, acusados de roubos e um suspeito de vários homicídios. 

A Secretaria do Estado de Justiça (Sejus) afirma que apenas dois fugitivos foram recapturados. Wallas Borges Silva, que foi detido por agredir a namorada e arrastá-la pelo braço, em Vitória, e Gleidson Rezende Marçal, o Xaropinho, suspeito de cometer vários homicídios em Santa Rita, Vila Velha. Eles estão presos na Penitenciária de Segurança Máxima I.

O foragido acusado de ser o chefe do tráfico de Flexal II é Adair Fernandes da Silva, o Dadá. Ele estava detido desde novembro de 2017, quando foi encontrado com duas pistolas calibre 9mm, uma pistola calibre .40, uma espingarda calibre 12, além de aproximadamente R$ 5 mil. Ele também é suspeito de fazer uma foto que viralizou, apontando uma arma em direção a viatura da PM.

Bandidos aparecem em foto apontando arma para viatura da PM no ES
Bandidos aparecem em foto apontando arma para viatura da PM no ES
Foto: Whatsapp| Gazeta Online

Na foto, que circulou em 2017, dois suspeitos mostram apenas parte do antebraço e das mãos segurando duas pistolas, uma delas com pente estendido, apontadas para uma viatura da polícia parada em um semáforo. 

Adair Fernandes Da Silva
Adair Fernandes Da Silva
Foto: Divulgação/ Sejus

Os outros fugitivos são Sávio Soares de Souza, preso desde 2016 por tráfico de drogas, homicídio e corrupção de menores; Julio Cesar Geraldo, preso desde 2014 por tráfico de drogas, porte de arma , receptação e roubo; Carlos Eduardo Ferreira da Silva, preso desde 2015 por roubo, tráfico de drogas;

Adamo Moreira Feliz, preso desde 2018 por posse de arma e tráfico de drogas; Jean Carlos de Souza Silva, preso desde 2017 por tráfico de drogas, posse de arma de fogo, corrupção de menores e roubo; e Charles Bastos Morares, preso em 2018 por posse de arma.

COMO ESCAPARAM DO PRESÍDIO?

Embora a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) não tenha informado a dinâmica da fuga, Rhuan Karllos Alves Fernandes, presidente do Sindicato dos Inspetores Penitenciários do Espírito Santo (Sindaspes) contou que os detentos conseguiram escapar cortando a grade que dá acesso a área externa da unidade.

Os internos cortaram a grade com algum material e fugiram para a área externa. A Penitenciária Estadual de Vila Velha 3 foi construída para abrigar presos do semiaberto. Transformaram em unidade fechada, mas ela não tem infraestrutura para isso. Há apenas um alambrado que separa a unidade da área externa, não há uma muralha. É uma situação de total descaso, um caos anunciado que infelizmente deve virar rotina

OS FUGITIVOS

ADAIR FERNANDES SILVA

Encontrava-se preso desde 04/11/2017 com entrada através de mandado de prisão por tráfico de drogas. Também respondia por furto e porte ilegal de arma de uso permitido.

Adair Fernandes Da Silva
Adair Fernandes Da Silva
Foto: Divulgação/ Sejus

WALLAS BORGES SILVA (RECAPTURADO)

Preso desde 23/06/2016 com prisão em flagrante por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Já havia sido condenado por furto, violência doméstica e tráfico de drogas

WALLAS BORGES SILVA
WALLAS BORGES SILVA
Foto: Divulgação/Sejus

SÁVIO SOARES DE SOUZA

Preso desde 02/06/2016 com prisão em flagrante por tráfico de drogas/ corromper ou facilitar a corrupção de menor de 18 (dezoito) anos, com ele praticando infração penal ou induzindo-o a praticá-la. Respondia ainda a processos por homicídio.

SÁVIO SOARES DE SOUZA
SÁVIO SOARES DE SOUZA
Foto: Divulgação/ Sejus

JULIO CESAR GERALDO

Preso desde 23/05/2014 por tráfico de drogas, posse ou porte de arma de fogo. Respondia a processo por receptação e roubo.

JULIO CESAR GERALDO
JULIO CESAR GERALDO
Foto: Divulgação/Sejus

CARLOS EDUARDO FERREIRA DA SILVA

Preso desde 06/03/2015 por roubo. Respondia a outros processos por tráfico de drogas, associação e roubo.

CARLOS EDUARDO FERREIRA DA SILVA
CARLOS EDUARDO FERREIRA DA SILVA
Foto: Divulgação/ Sejus

ADAMO MIREIRA FELIX

Preso em flagrante em 22/06/2018 por posse de arma e tráfico de drogas

ADAMO MIREIRA FELIX
ADAMO MIREIRA FELIX
Foto: Divulgação/Sejus

JEAN CARLOS DE SOUZA SILVA

Entrada através de Prisão em Flagrante em 19/07/2017 por tráfico de drogas, posse ou porte de arma de fogo / corromper ou facilitar a corrupção de menor de 18 (dezoito) anos, com ele praticando infração penal ou induzindo-o a praticá-la. Há ainda outros processos por roubo, e tráfico de drogas.

Jean Carlos de Souza
Jean Carlos de Souza
Foto: Divulgação/Sejus

CHARLES BASTOS MORARES

Entrada em 23/08/2018 através de mandado de prisão por posse de arma de uso restrito. Respondeu a outros processos por tráfico de drogas e posse de arma de fogo.

CHARLES BASTOS MORARES
CHARLES BASTOS MORARES
Foto: Divulgação/Sejus

GLEIDSON RESENDE MARÇAL (RECAPTURADO)

Entrada no sistema prisional em 28/08/2016 por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Há ainda outros processos por homicídio e resistência à prisão."

Charles Bastos Moraes
Charles Bastos Moraes
Foto: Divulgação/Sejus