Notícia

Estudante que morreu na Ilha do Frade sonhava em ser do Exército

Irmão gêmeo da vítima soube da morte ao chegar do trabalho. Em lágrimas, pedia para ver o corpo do irmão mais uma vez

Corpo da vítima foi levado para o DML de Vitória
Corpo da vítima foi levado para o DML de Vitória
Foto: Luciney Araújo | TV Gazeta | Arquivo

O estudante, de 18 anos, que morreu afogado, nesta terça-feira (16), sonhava em servir o Exército. Identificado pela família como Willian Silva Santana, o jovem estava de férias e foi à praia com amigos. Outros dois meninos também estariam se afogando, mas foram salvos. O afogamento aconteceu na Ilha do Frade, em Vitória.  

A família de Willian foi até o Departamento Médico Legal (DML), às 20h, fazer o reconhecimento do corpo. O pai do menino, Williams Ribeiro Santana, entrou para identificar se era mesmo o filho.

>Filhas liberam corpo de mulher assassinada a machadadas em Cariacica

O estudante foi na segunda-feira (15) para a casa de uma tia em Jacaraípe, na Serra, passar alguns dias de férias. “Ele foi para casa da tia ontem e hoje ele falou que iria passear no shopping, em Vitória, com os amigos, mas eles mudaram o caminho e decidiram ir para praia”, relatou a madrasta.

A madrasta de Willian contou ainda que outros dois amigos que estavam na água, por volta das 15h30,  também começaram a se afogar, mas foram retirados da água com vida. “Os três estavam pedindo socorro, um dos amigos tirou os outros garotos, mas não deu tempo de tirar o Willian”, contou.

>Após afogamento, bodyboarder morre no balneário de Povoação, em Linhares

Abalado, o irmão gêmeo da vítima, um ajudante de mecânica, disse que soube da morte do irmão quando chegou do trabalho. “Quando cheguei em casa eles me contaram. Eu não consigo acreditar nisso”, afirmou Weslley Santana.

Em lágrimas, Weslley pedia para ver o corpo do irmão mais uma vez. “Era o meu gêmeo”, desabafou.

O local de velório e enterro não foram informados.

Ver comentários