Notícia

Jogador de futebol causa acidente entre nove veículos na frente de boate

De acordo com a polícia, Felipe Lopes Canzian, 21 anos apresentava sinais de embriaguez. Ele se negou a fazer o teste do bafômetro e não possuía carteira de habilitação

Motorista de 21 anos causa acidente entre nove veículos em frente a boate, em Vitória. O rapaz possui carteira de motorista registrada nos Estados Unidos, que não é válida no Brasil
Motorista de 21 anos causa acidente entre nove veículos em frente a boate, em Vitória. O rapaz possui carteira de motorista registrada nos Estados Unidos, que não é válida no Brasil
Foto: Bernardo Coutinho

Um jogador de futebol, de 21 anos, causou um acidente e um engavetamento que envolveu nove carros após colidir com um veículo em frente a uma boate na Avenida Dante Michelini, em Vitória, por volta das 5 horas deste domingo (21). De acordo com a polícia, o motorista Felipe Lopes Canzian se negou a fazer o teste do bafômetro, mas tinha sinais de embriaguez e não possuía carteira de motorista válida no Brasil.

O acidente envolveu o carro em que o jovem e mais três passageiros estavam, um carro que faz viagens de aplicativo e mais sete táxis que estava estacionados em fileira em frente à boate. De acordo com a polícia, Felipe dirigia um Toyota Yaris, de cor branca e seguia sentido Praia do Canto, em alta velocidade. Ao tentar ultrapassar o veículo de aplicativo, um Polo Sedan de cor prata, ele teria atingido o lado direito do carro. 

"Eu estava na pista do meio quando vi que ele estava se aproximando muito rápido. No que ele tentou me cortar pela direita, ele acabou batendo na lateral do meu carro e depois nos táxis que estavam parados", disse o motorista de aplicativo Alessandro Guedes, 30 anos.

O impacto da batida fez com que o jogador de futebol colidisse com um táxi, que por sua vez, atingiu outros seis táxis que estavam estacionados em fileira, o que gerou um engavetamento.

"Eu estava dentro do carro quando senti o impacto, foi bem forte e eu acabei tendo um corte na testa. Na hora levei um susto. A sorte é que eu estava sentado do lado oposto que ele bateu", declarou um dos taxistas que teve o carro atingido, de 47 anos. 

Segundo testemunhas, depois do acidente Felipe tentou fugir, mas foi impedido pelo motorista de aplicativo que o segurou até a chegada da polícia. 

De acordo com a Polícia Militar, o rapaz se negou a fazer o teste do bafômetro, mas apresentava sinais de embriaguez. Além disso, o jovem não tem Carteira Nacional de Habilitação (CNH), mas possui uma carteira de motorista dos Estados Unidos. Felipe foi encaminhado para a 1ª Delegacia Regional de Vitória, onde prestou depoimento e foi autuado por embriaguez ao volante e falta de documentação para condução do veículo. Ele pagou uma fiança no valor de R$ 5 mil e foi liberado.

Segundo informações do advogado da família, Felipe é jogador de futebol no Notre Dame Men's Soccer e mora nos Estados Unidos. Ele estaria no Brasil desde maio. No momento do acidente ele voltava de uma festa com amigos. O jogador vai responder o processo em liberdade. 

Confira o vídeo feito por um dos taxistas logo após o acidente:

Com informações de Iara Diniz

Ver comentários