Notícia

Jovem é assassinada pelo namorado no meio da rua na Serra

Carla Cristina Rangel Rodrigues, de 25 anos, foi assassinada com um golpe de canivete no peito

Carla Cristina Rangel Rodrigues foi morta no meio da rua por William
Carla Cristina Rangel Rodrigues foi morta no meio da rua por William
Foto: Montagem | Gazeta Online

Uma jovem de 25 anos foi assassinada com um golpe de canivete no peito durante uma briga com o namorado, 28 anos, na madrugada desta quarta-feira (17), no bairro São Marcos, na Serra. Carla Cristina Rangel Rodrigues foi morta no meio da rua. As primeiras informações davam conta de que ela tinha sido golpeada quando estava com o bebê no colo, mas a polícia não confirmou. 

A mãe do acusado afirmou para a polícia que o filho, identificado como William Douglas Soares Rodrigues, matou Carla. A mulher disse que presenciou a briga do casal e o momento em que ele golpeou a namorada no peito. William foi preso em Morro do Céu, região rural de Serra Sede, nesta manhã.

> Investigação policial conclui que marido matou professora em São Mateus

Ainda segundo a mãe do acusado, a briga começou por volta de 3h. Carla, que tem um filho com William, mas morava em outra casa, passava uns dias na residência do acusado. Ele teria visto mensagens no celular dela e, com ciúmes, passou a questioná-la.

> Aumentam os casos de feminicídio na Grande Vitória

O casal começou a discutir dentro de casa e a briga foi parar no meio rua, onde a vítima acabou assassinada. A mãe de William revelou que as brigas entre o filho e a namorada eram constantes. Segundo a mulher, o filho é muito ciumento. 

Carla Cristina Rangel Rodrigues foi morta no meio da rua por William
Carla Cristina Rangel Rodrigues foi morta no meio da rua por William
Foto: Montagem | Gazeta Online

BRIGA NA RUA

A mãe do jovem contou que saiu de casa com o neto, de 1 ano e 2 meses, no colo quando ouviu os gritos do casal na rua. Ela pediu para que parassem.

De acordo com a mãe, Carla saiu correndo e o namorado foi atrás. Com o bebê dos dois no colo, a mãe seguiu em direção ao casal até que o filho pegou um canivete, que ela não sabe em que lugar estava, e deu um golpe no peito da jovem.  

A mulher contou que pediu pelo amor de Deus para que o filho parasse e entrou na frente dele. Assim, ele não feriu mais a namorada e saiu correndo. Após o crime, ela não teve mais notícias do filho. 

Com informações de Daniela Carla, da TV Gazeta, e Mayra Bandeira

VELÓRIO

A família de Carla Cristina decidiu acelerar o velório da vítima. De acordo com familiares, a mãe da moça estava muito abalada e não queria esperar. “Nós fizemos isso pela minha mãe. Foi tudo muito rápido porque minha mãe está bem nervosa, chorando muito. Então, por respeito a ela, fizemos o velório de forma rápida”, disse a irmã da vítima.

A jovem foi velada em uma capela em Serra Sede e o enterro aconteceu às 16h, no bairro São Domingos.