Notícia

Lavrador é investigado por estuprar os próprios irmãos no Caparaó

O crime teria ocorrido em 2016 quando as vítimas tinham 11 e 14 anos. Suspeito foi ouvido e liberado, mas pode responder estupro de vulnerável

Os envolvidos foram levados para a delegacia de Alegre e liberados
Os envolvidos foram levados para a delegacia de Alegre e liberados
Foto: Divulgação

Um lavrador de 25 anos está sendo investigado por estuprar os próprios irmãos em Ibitirama, na região do Caparaó. O crime teria ocorrido em 2016, quando as vítimas tinham 11 e 14 anos. Além do crime de estupro ele ainda vai ser investigado pelo crime de ameaça e ter dado bebida alcoólica para o irmão. O suspeito nega as acusações.

> Suspeito de agredir esposa e abusar de enteada é preso em Vitória

De acordo com a Polícia Civil, uma das vítimas - uma adolescente de 15 anos - procurou uma das irmãs e contou que, quando tinha 11 anos de idade, ela e o outro irmão foram abusados sexualmente pelo acusado. O conselho tutelar foi acionado e todos foram levados para a delegacia de plantão de Alegre.

O delegado Dedier de Carvalho contou que o suspeito mora num barracão usado para armazenar produtos agrícolas, que fica há 10 metros da casa das vítimas. "A menina contou que ele entrava dentro de casa durante a noite e a acariciava. Isso aconteceu, pelo menos, cinco vezes. Já o adolescente, que hoje tem 17 anos, contou que dormia no barracão com ele e foi abusado, pelo menos dez, vezes. As duas vítimas foram ameaçadas. Ele disse que mataria toda a família caso eles contassem”, disse.

> Jovem é preso acusado de estuprar menina de 13 anos em Mucurici

O adolescente ainda revelou para a polícia que o suspeito o obrigou a ingerir bebida alcoólica. O lavrador foi liberado pois não havia flagrante, mas as investigações seguem. As vítimas foram encaminhadas para exames. O suspeito pode responder por estupro de vulnerável, ameaça e por ter dado bebida alcoólica para um menor de idade.

Ver comentários