Notícia

Mulher que quebrou carro bate na atual namorada do ex e é presa no ES

O crime foi praticado na tarde desta segunda-feira, próximo a um supermercado da Rodovia José Sette, no bairro Santana, em Cariacica

Edna foi casada por nove anos
Edna foi casada por nove anos
Foto: Reprodução/TV Gazeta

Após já ter sido presa uma vez por ter quebrado carro do ex-marido, Edna da Costa Machado, de 37 anos, agrediu a atual namorada do homem com tapas e socos no rosto, além de puxões no cabelo, na tarde desta segunda-feira (22), próximo a um supermercado da Rodovia José Sette, no bairro Santana, em Cariacica.

Após episódio, ambas foram conduzidas à 4ª Delegacia Regional do município para prestarem depoimentos. Diante dos indícios, a suspeita assinou um Termo Circunstanciado por lesão corporal leve e injúria e responderá pelos crimes em liberdade.

> Mulher tem ataque de fúria e coloca fogo na moto do ex em Cariacica

De acordo com o boletim de ocorrência, no departamento policial, Edna chegou a xingar a vítima de "prostituta", "vagabunda" e demais termos de baixo calão. Ao ser conduzida na viatura, mesmo com pedidos dos agentes para que se acalmasse, a mulher continuou a praticar agressões verbais. Já a vítima, uma manicure de 33 anos, foi ouvida e liberada pela Polícia.

Na versão da mulher agredida, ela teria chegado ao supermercado e Edna já estaria lá esperando, logo partindo para a agressão. Já segundo Edna, ela teria ido por acaso ao estabelecimento com a irmã, quando a namorada do ex-marido a avistou e fez provocações.

"Eu estava parada em frente ao supermercado com minha irmã, quando ela apareceu. Vi ela atravessar a rua e vir na nossa direção. Já chegou me xingando e começamos a discutir. Depois, aconteceram as agressões", afirmou Edna.

No momento do desentendimento, passou pelo local uma viatura da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cariacica, a irmã da agressora então pediu ajuda e os policiais conduziram as mulheres para a delegacia.

 

 

"BRIGA NUNCA FOI PELA SEPARAÇÃO"

À época do surto de fúria que moveu Edna a quebrar o carro, ela declarou que "a briga nunca foi pela separação, sempre foi por dinheiro", versão que sustentou também na tarde desta segunda-feira, após a briga.

"As pessoas me julgam, dizem que eu não aceito a separação. Isso é mentira, não tem cabimento. Estamos separados há dois anos e eu, inclusive, já tenho namorado há um ano. Eu simplesmente quero que ele divida comigo os bens que adquirimos durante os nosso 9 anos de casamento. Ele acha que só pagar uma pensão de R$ 500 para nosso filhos basta, mas eu moro de aluguel e estou desempregada. Esse valor não dá para pagar o aluguel, comprar comida e arcar com outras despesas", diz Edna.

De acordo com ela, o casal comprou um apartamento e um carro enquanto estavam juntos, porém, o ex se recusa a dividir os bens com ela. Dessa forma resumiu a situação com o ex-marido que foi seguida pelo episódio do dia 25 de junho, em Campo Grande, Cariacica.

 

 

> Preso pedreiro que matou ex-mulher na frente da filha em Guarapari

Em entrevista à TV Gazeta, Edna relatou que o motivo de ter quebrado os vidros do veículo do ex-marido é porque ela não sabe o que ele fez com o dinheiro do apartamento que eles compraram juntos.

“Não é nada de não aceitar o fim do relacionamento, isso é coisa dele. Eu que me separei dele. Mas toda vez que uma mulher faz uma coisa dessa, falam que é fim de relacionamento. A minha briga com ele é financeira. Compramos um apartamento juntos, ele sumiu com esse dinheiro e eu não sabia o que ele tinha feito. Ele dizia que não tinha dinheiro, não me ajudava em nada e de repente apareceu com um carro”, contou.

> Acusado de colocar fogo na casa da ex-mulher é preso na Serra

Ver comentários