Notícia

Uma criança e outras três pessoas são baleadas na Serra

A Polícia Militar informou que um grupo de pessoas arrumava o local quando homens armados passaram em um carro atirando

Giroflex

Uma criança de cinco anos, a mãe dela, e dois adolescentes foram baleados na tarde de ontem enquanto decoravam a rua onde moram para uma festa julina no bairro Central Carapina, na Serra.

De acordo com testemunhas, cerca de 50 moradores estavam reunidos na rua Projetada, organizando as barracas e a decoração do espaço. Por volta das 17 horas, quatro bandidos chegaram na rua em um veículo Corsa modelo hatch de cor bege.

Armados com pistolas e uma escopeta calibre 12, os criminosos que estavam no banco do carona começaram a atirar contra um grupo de pessoas que estava em uma das esquinas da rua. Um outro veículo, cujo modelo não foi informado, dava cobertura aos comparsas.

“Antes de começar a atirar, eles passaram por nós de carro em uma velocidade reduzida. Foram até a esquina, deram ré e voltaram atirando. Não quiseram nem saber se iam atingir algum inocente. A gente acredita que o alvo deles estava com a gente participando da arrumação da festa”, afirmou uma testemunha que não quis se identificar.

>Homem é preso suspeito de oferecer falsas vagas de emprego em Guarapari

Os disparos atingiram uma comerciante com dois tiros nas pernas, e a filha dela, de 5 anos, com um disparo na virilha. Também ficaram feridos: o primo da comerciante, um ajudante de pedreiro que foi baleado com um tiro nas costas, e um vizinho deles, também adolescente, foi atingido com dois tiros nas pernas.

“Só deu tempo de me jogar no chão e pedir a Deus para não ser baleado. Todo mundo ficou desesperado. Na hora, a gente só pensou em não tomar tiro. Quando os caras foram embora, uns moradores levaram os baleados para os hospitais aqui mesmo da Serra”, explicou uma das testemunhas.

A menina foi levada para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da Serra. Após receber os primeiros atendimentos, ela foi transferida por uma ambulância ao Hospital Infantil, em Vitória, onde permanece internada. Na unidade hospitalar, uma parente informou que a criança passa bem.

Já a mãe dela e os dois adolescentes foram levados por vizinhos e parentes ao Hospital Jayme dos Santos Neves, no mesmo município. O caso é investigado pela Polícia Civil.

COMEMORAÇÃO CANCELADA 

A festa julina que seria realizada na rua Projetada em Central Carapina, na Serra, na noite de ontem, foi cancelada após quatro pessoas ficaram feridas durante um tiroteio. Moradores informaram que o evento seria realizado às 19h30 de ontem e contaria com a apresentação de um grupo de quadrilha do bairro Planalto Serrano, do mesmo município.

“A mulher que foi baleada é moradora do bairro, ela ia colocar uma barraquinha de comida para vender durante a festa. Com essa tragédia, não vamos mais fazer a festa. Depois eles vão decidir uma nova data”, disse um morador que participaria do evento. Segundo ele, o evento serviria para integrar o bairro com outras comunidades e gerar renda aos moradores.

 

 

 

 

Ver comentários