Notícia

Comerciante reage a assalto e é baleado na frente do filho de 4 anos

Um comerciante de 48 anos levou dois tiros na frente do filho durante um assalto à lanchonete dele no bairro Novo México

Um comerciante de 48 anos foi baleado na frente do filho de 4 anos após reagir a um assalto à lanchonete e loja de açaí dele, localizada no bairro Novo México, em Vila Velha, às 22h desta segunda-feira (5). Um dos criminosos, identificado como Igor da Guarda Gonçalves, 21 anos, foi ferido e acabou preso.

O tiroteio dentro da lanchonete assustou clientes e moradores da região. Segundo testemunhas, ao menos três bandidos chegaram ao bairro em um veículo não informado e estacionaram o carro na Rua Alecrim. Dois dos criminosos desceram e seguiram a pé, por cerca de 20 metros, até a lanchonete localizada na Rua Rosa de Ouro.

Comerciante reage a assalto e leva dois tiros em Novo México, Vila Velha
Comerciante reage a assalto e leva dois tiros em Novo México, Vila Velha
Foto: Isaac Ribeiro

> Homem é assassinado durante assalto a caminho do trabalho na Serra

A mulher da vítima, uma comerciante de 36 anos, disse que dois bandidos chegaram armados e anunciaram o assalto. Na hora do crime, o marido dela estava no balcão. Havia três clientes e dois funcionários no local. Nenhum deles ficou ferido.

De acordo com informações da Polícia Militar, o comerciante estava armado com uma pistola calibre 380 e um dos bandidos com um revólver calibre 38. Ao ser rendido, o comerciante revidou e atirou contra os criminosos. Ele possui porte e registro da arma.

 

> ES: pelo menos menos 5 pessoas foram baleadas em assaltos no último mês

"MEU FILHO VIU TUDO", DIZ ESPOSA

Ao se dar conta de que se tratava de um assalto, a mulher pegou o filho e fugiu para a cozinha da lanchonete e loja de açaí. No entanto, segundo ela, o menino viu o pai sendo rendido e baleado.

Os dois bandidos atiraram no meu marido. Meu filho viu tudo e fala que o bandido olhou para ele e depois atirou no pai dele. É desesperador saber disso, mas ele é muito esperto e está novinho, espero que esqueça tudo isso quando crescer.
Esposa do comerciante

Durante o tiroteio, o comerciante levou um tiro no polegar da mão esquerda e outro no peito. O projétil está alojado na axila direita.

Segundo a esposa da vítima, o quadro de saúde do comerciante é estável. Ele deverá passar por uma cirurgia nesta terça-feira (6). O revólver usado pelos criminosos foi apreendido pela polícia.

Igor foi ferido no pulso esquerdo e buscou atendimento no Hospital Antônio Bezerra de Faria, no mesmo município. A polícia foi acionada à unidade hospitalar e mostrou a foto do suspeito ao comerciante. Após ele ter reconhecido o assaltante, o criminoso foi atendido, medicado e encaminhado à 2ª Delegacia Regional de Vila Velha.

PRESO E AUTUADO EM FLAGRANTE

A Polícia Civil informou que Igor da Guarda Gonçalves, 21 anos, foi autuado em flagrante por tentativa de latrocínio e será encaminhado para o Centro de Triagem de Viana. De acordo com a polícia, o caso seguirá sob investigação na Delegacia de Segurança Patrimonial (DSP).

“Informações adicionais, ainda, não serão passadas para não atrapalhar a apuração do fato. A arma apreendida foi entregue na Delegacia Regional de Vila Velha e será encaminhada para a perícia. Denúncias podem ser feitas por meio do Disque-Denúncia 181". 

COMERCIANTE FAZ APELO POR SEGURANÇA

A mulher do comerciante, que foi baleado após reagir a um assalto, na noite desta segunda-feira (5) em Novo México, Vila Velha, fez um apelo por mais segurança no bairro. A vítima, de 48 anos, está internada na UTI de um hospital particular do município. O quadro dele é estável, segundo a família.

Mulher do comerciante baleado durante assalto em Vila Velha
Mulher do comerciante baleado durante assalto em Vila Velha
Foto: Isaac Ribeiro

“Graças a Deus, ele está fora de perigo. Agora é só aguardar que Deus está providenciando tudo. A gente pede só que a justiça seja feita porque essas coisas têm de parar. A gente não tem mais sossego no trabalho, está tudo tão difícil. É preciso haver novas leis, a gente precisa de mais segurança! Peço ajuda às autoridades porque está muito complicado”, desabafou.

COMPRA DA ARMA

Sobre ter reagido ao assalto, a mulher disse que o marido comprou a arma para proteger a família e o comércio da ação de assaltantes. Ela e o marido atuam no ramo de lanchonete há 10 anos. “Ele comprou a arma para nos defender e acabou sendo mais uma vitima dessa violência que está demais. Ele temia que isso pudesse acontecer. A gente leva nosso filho para o trabalho, tem também os funcionários”, disse.

“Eu não tenho nem como descrever o que sinto após tudo isso porque ainda estou em choque. Saber que meu marido está bem, me conforta. Saber que com certeza foi Deus quem livrou a gente também me conforta. Somos evangélicos e estamos sempre orando e confiando em Deus, porque ele é o único que guarda a gente”

O QUE DIZ A PM

A Polícia Militar informou que, além do policiamento ostensivo rotineiro, conta com motopatrulha, equipes da Patrulha da Comunidade e da Base Móvel que funciona de segunda a sexta, de 15h às 23h. “É importante destacar que o presidente do Conselho Interativo da região tem um ótimo relacionamento com o comando da 2ª Companhia do 4º Batalhão e frequentemente tem se reunido com a PM e levado as sugestões da comunidade”, diz um trecho da nota enviada pela corporação.

Ver comentários