Notícia

Dois ônibus são assaltados na noite de domingo na Grande Vitória

Crimes aconteceram na noite deste domingo (11), em Vila Velha e na Serra

Dois ônibus são assaltados em um domingo na Grande Vitória
Dois ônibus são assaltados em um domingo na Grande Vitória
Foto: Gazeta Online

Dois ônibus do Sistema Transcol foram assaltados neste domingo (11), na Grande Vitória. Os passageiros tiveram os celulares roubados. Os crimes aconteceram quando os coletivos passavam pela Serra e Vila Velha.

O primeiro assalto aconteceu em Vila Velha. Nove passageiros estavam no coletivo que faz a linha 126 (Terminal Ibes x Terminal São Torquato) quando um criminoso embarcou e anunciou o assalto.

Um homem que levava o filho de 1 ano e 11 meses para a casa da mãe foi abordado pelo criminoso, que exigiu o celular do passageiro.

Assim que o assaltante desceu do ônibus, uma passageira viu um carro da Polícia Militar e avisou o cobrador e o motorista, que buzinou e jogou farol alto para os militares.

O criminoso tentou fugir, mas a polícia conseguiu prendê-lo. Um boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia Regional de Vila Velha.

OUTRO CRIME

Na Serra, um outro ônibus, da linha 540 (Terminal de Campo Grande x Terminal de Carapina), foi assaltado por dois criminosos. Trinta passageiros estavam no coletivo.

Uma faxineira de 28 anos voltava para casa com os filhos quando tudo aconteceu. "Eles ameaçaram meu filho porque ele estava com um celular na mão. Disseram 'ou você entrega o celular, ou morre'", detalhou a mulher.

O adolescente teve a arma apontada para a cabeça por um dos criminosos. "Deu um frio no meu coração, pensei logo que o celular era do meu pai, e que ele usava para trabalhar", contou.

Uma senhora que também estava no coletivo relatou que os criminosos ordenavam que o motorista não parasse o ônibus. "Eles foram mexendo na bolsa de todo mundo e falando para não parar. Na altura do bairro Flexal, conseguiram fugir", disse.

OPERAÇÃO PASSE BEM

A Polícia Militar do Espírito Santo realizou de terça-feira (6) a sábado (10) uma operação para abordar coletivos da Grande Vitória, observando pessoas suspeitas para inibir crimes, apreender armas de fogo ou objetos utilizados na prática de assaltos.

"Caso o policial identifique algum cidadão em atitude suspeita no interior do coletivo, ele é convidado a se retirar do ônibus e ocorre abordagem específica. Quando não há este cenário, acontece o que chamamos de visita tranquilizadora, a fim de que as pessoas realizem suas viagens em paz e sem maiores problemas", disse o tenente Sanderlei, da Polícia Militar, na ocasião.

Ver comentários