Notícia

Homem que esfaqueou namorada no ES é preso em bar em SP

Charles da Silva cometeu o crime na frente do filho, de 9 anos. A mulher sobreviveu ao ataque

Charles David da Silva, de 41 anos, foi preso em São Paulo na última quinta-feira (15)
Charles David da Silva, de 41 anos, foi preso em São Paulo na última quinta-feira (15)
Foto: Divulgação | Polícia Civil

Foi preso o suspeito de tentar matar a namorada a facadas, em abril deste ano, em Nova Carapina I, na Serra. Charles David da Silva, 41 anos, espancou e esfaqueou a vítima na frente do filho, uma criança de 9 anos. Ele só parou com a chegada de um vizinho no local.

O crime aconteceu quando a vítima chegava em casa com o filho. De acordo com a titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM), Raffaella Almeida, a vítima sofria violências físicas e psicológicas e vivia em um relacionamento abusivo. O crime foi motivado por ciúmes.

Charles tinha um ciúmes exagerado dela e acreditava que ela estava traindo ele. Depois de esfaqueá-la, ele disse que se ela permanecesse viva, ele voltaria para matá-la
Raffaella Almeida, delegada titular da DHPM

Após o crime, o pedreiro fugiu. Durante investigação, a polícia descobriu que Charles estava morando em São Paulo e encaminhou uma equipe da DHPM para o Estado. A prisão foi feita na última quinta-feira (15) em Vila Aricanduva, com apoio de uma equipe da Delegacia de Roubo de Cargas de São Paulo.

Charles estava sentado em um bar quando foi abordado pela Polícia Civil. Ele tentou resistir, mas foi contido pelos policiais. (Confira a prisão no vídeo abaixo).

De acordo com a delegada, o pedreiro já tinha um histórico de agressões de violência doméstica.

Apesar de nunca ter sido denunciado, ele já tinha quebrado o braço da mãe e agredido a irmã. As mulheres precisam denunciar, elas não podem aceitar que os homens as tratem como objeto. Nós estamos aqui para ajudar e impedir esse tipo de crime
Delegada Raffaella

Charles foi encaminhado para o Centro de Triagem de Viana. Ele está preso por tentativa de homicídio duplamente qualificado, sendo uma das qualificações, o feminicídio. 

O CRIME

A vítima, 39 anos, chegava em casa com o filho, de 9 anos, no bairro Nova Carapina I, Serra, quando foi abordada pelo namorado. Charles a arrastou para dentro de uma garagem e começou a espancá-la. Em seguida, ele pegou uma faca e esfaqueou a mulher. 

De acordo com a polícia, o pedreiro deu vários golpes a facada na vítima, deixando partes internas do corpo dela expostas. Ele só parou após um vizinho chegar e intervir no crime. 

Ver comentários