Notícia

Jovem morre após engolir 35 pedras de crack em Linhares

Família tinha autorização judicial para internar o rapaz de 27 anos para o tratamento contra o vício em drogas, mas ele não aceitou e fugiu. Depois, foi encontrado no bairro Palmital, espumando pela boca e passando mal. Ele foi levado ao HGL e morreu horas depois

Jovem foi socorrido para Hospital Geral de Linhares (HGL) após engolir 35 pedras de crack
Jovem foi socorrido para Hospital Geral de Linhares (HGL) após engolir 35 pedras de crack
Foto: Michel Freitas

Um jovem de 27 anos morreu após engolir 35 pedras de crack no bairro Palmital, em Linhares, região Norte do Estado. Na tarde desta terça-feira (06), ele passou mal na rua. Levado ao hospital, o rapaz morreu horas depois.

Segundo a PM, uma viatura fazia patrulha pela Avenida Cecília Meireles quando foi abordada por populares, que ajudavam o jovem que estava na rua, alucinado. Eles disseram aos policiais que já haviam chamado a Central de Ambulância para fazer o socorro.

Os policiais relataram que o rapaz espumava pela boca. Mesmo assim, ele conseguiu se identificar e disse que teria consumido 35 pedras de crack. Logo em seguida, uma ambulância chegou.

 

AUTORIZAÇÃO PARA TRATAMENTO

A equipe da ambulância contou que mais cedo já havia recebido uma chamada dos pais da vítima, no Centro, afirmando que tinham uma autorização judicial para o filho começar um tratamento contra o vício em drogas, mas ele não aceitava e fugiu. Por conta disso, não foi localizado pela ambulância.

Ainda de acordo com a PM, já no segundo chamado, a equipe da ambulância conseguiu fazer o socorro e levar o jovem ao Hospital Geral de Linhares (HGL). Ele foi internado, mas sofreu três paradas cardiorrespiratórias e acabou morrendo.

O corpo da vítima foi encaminhado ao Serviço Médico Legal (SML) de Linhares, onde vai passar por exames. O nome do jovem não foi informado.

POLÍCIA CIVIL

Em nota, a Polícia Civil explicou que o caso será investigado pela Delegacia de Infrações Penais e Outras (Dipo) de Linhares, para apuração do fato. "A polícia aguardará o resultado do exame cadavérico, que irá apontar a causa da morte", finaliza a nota.

 

 

 

 

 

 

 

 

Ver comentários