Notícia

Cinco gangues disputam o tráfico de drogas em Jardim Carapina

Dois homens que integram uma dessas gangues foram presos nesta terça-feira (10) na Serra

Foto com pistolas encontrada no celular de João Vitor
Foto com pistolas encontrada no celular de João Vitor
Foto: Divulgação/PCES

Pelo menos cinco gangues de traficantes disputam o comércio drogas em

Jardim Carapina

, na

Serra

. A afirmação é do titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Serra, delegado Rodrigo Sandi Mori.

 

Os grupos investigados são as Gangues do Contorno, do Campo, Ponto Final, do Biel e da Rua 24.

Integrantes da Gangue do Campo, Adelson Zuquetto de Oliveira, 32 anos, e João Vitor de Souza Lima, 18 anos, foram presos no bairro na manhã desta terça-feira (10).

Adelson foi encontrado dormindo em casa e João foi abordado na boca de fumo onde atuava. Ambos estavam em Jardim Carapina.

De acordo com Sandi Mori, os dois fazem parte da Gangue do Campo, um dos grupos responsáveis por promover tiroteios, um assassinato e deixar oito pessoas feridas, sendo cinco delas inocentes, desde agosto.

Adelson Zuquetto de Oliveira, 32 anos
Adelson Zuquetto de Oliveira, 32 anos
Foto: Divulgação/PCES

> Uma criança e outras três pessoas são baleadas na Serra

Na noite da última segunda-feira (09), Adelson, João Vitor e outros três comparsas atiraram contra um rival, um homem de 18 anos, que teria envolvimento com o tráfico de drogas.

O alvo foi atingido com um tiro na nádega, um na coxa direita, dois na perna direita e dois na coxa esquerda. O jovem já foi preso por crimes como porte de arma e tentativa de roubo.

MENINA BALEADA

Durante o ataque, uma menina de 11 anos acabou atingida na perna esquerda por uma bala perdida. João Vitor confessou participação no tiroteio. No celular dele, a polícia encontrou fotos de revólver e pistola.

João Vitor de Souza Lima, 18 anos
João Vitor de Souza Lima, 18 anos
Foto: Divulgação/PCES

“Há 10 dias nós prendemos três indivíduos no bairro: o chefe do Ponto Final, prendemos o chefe da Gangue do Biel e o comparsa dele que tinham tentado matar um adolescente quando ele chegava em casa. Eles atiram em locais com grande aglomeração de pessoas. Eles não estão nem um pouco preocupados se vão atingir rivais ou inocentes”, disse.

Com informações de Kaique Dias, da TV Gazeta

Ver comentários