Notícia

Fisioterapeuta é baleada durante tentativa de assalto na Serra

A vítima se assustou com a abordagem dos bandidos e acabou dando ré com o carro. Um dos criminosos atirou e atingiu a fisioterapeuta no ombro

Fisioterapeuta foi baleada na rua Quintino Nascimento, em Carapina Grande. Uma hora antes do crime, uma barbearia foi assaltada na mesma rua.
Fisioterapeuta foi baleada na rua Quintino Nascimento, em Carapina Grande. Uma hora antes do crime, uma barbearia foi assaltada na mesma rua.
Foto: Iara Diniz

Uma fisioterapeuta de 27 anos foi baleada durante uma tentativa de assalto na noite de sexta-feira (06), em Carapina Grande, na Serra. A vítima levou um tiro no ombro após dar ré no carro em que estava durante abordagem dos bandidos. 

O crime aconteceu na rua Quintino Nascimento por volta das 21h. Uma hora antes, uma barbearia foi assaltada na mesma rua. Os bandidos roubaram dinheiro e o carro do proprietário do estabelecimento, um Palio. Moradores acreditam que os dois crimes foram praticados pelos mesmos bandidos. 

De acordo com a mãe da fisioterapeuta, ela estava manobrando o carro na rua para colocar na garagem quando foi fechada por dois homens em um Palio.

"Eles saíram do carro armados e apontaram a arma na direção dela. Ela se desesperou e o carro, que já estava engatado na ré, voltou. Ela bateu em uma caçamba de lixo e nessa hora um dos bandidos atirou", contou a auxiliar de serviços gerais, 52 anos. 

Vítima estava dentro do carro quando foi atingida por um disparo. Vidro dianteiro ficou quebrado
Vítima estava dentro do carro quando foi atingida por um disparo. Vidro dianteiro ficou quebrado
Foto: Iara Diniz

A vítima foi atingida por um tiro no ombro. Para a família, os bandidos se assustaram quando o carro andou e acreditaram que a vítima fosse reagir.

Acho que eles pensaram que ela fosse acelerar e passar por cima deles, ou fugir e aí acabaram atirando
Pai da fisioterapeuta, 61 anos

Após ser atingida, a vítima abandonou o carro na rua e foi andando até a casa dos pais. No local, ela foi socorrida por familiares e encaminhada para o hospital.

"Ela chegou chorando em casa, muito nervosa e sangrando. Na hora que entrou na cozinha, ela caiu no chão. Eu tenho problemas de saúde e achei que fosse passar mal. Não consegui parar de pensar nisso até agora", lembrou o pai da vítima. 

A fisioterapeuta foi atendida no Hospital Jayme dos Santos Neves. Ela recebeu alta na manhã deste sábado (07) e se recupera em casa. 

OUTROS ASSALTOS

Uma hora antes da fisioterapeuta ser baleada, uma barbearia na mesma rua e a poucos metros do local foi assaltada. O proprietário do estabelecimento e um cliente foram trancados dentro de um banheiro e os bandidos fugiram com o carro de uma das vítimas. 

O barbeiro contou que ele estava sozinho atendendo o último cliente, por volta das 20h, quando três homens armados entraram no local. Para roubar o estabelecimento, eles prenderam as vítimas no banheiro.

Eles ficavam o tempo todo fazendo ameaças, dizendo que iam me matar, ameaçando me levar junto, pedindo senha do banco, cartão
Barbeiro, 37 anos

Os bandidos fugiram no carro do barbeiro, um Fiat Palio. Eles também levaram dinheiro e instrumentos de trabalho do local. 

A Polícia Militar informou que realiza policiamento ostensivo em todo o bairro Carapina Grande, na Serra, a fim de reprimir e coibir todo tipo de crime. Além do patrulhamento preventivo, por meio de rondas dia e noite, o local conta com constantes operações de abordagens e cercos táticos.

Ainda assim, a PM conta com a colaboração da comunidade para que, em casos de suspeita ou ocorrência de crimes em andamento, uma viatura seja acionada imediatamente via Ciodes. Também é necessário que os casos sejam registrados em uma delegacia para que a Polícia Civil investigue os crimes, quando não houver detidos em flagrante.

Ver comentários