Notícia

Mais de 600 alunos sem aula em bairro monitorado pela Força Nacional

Bandidos armados teriam ordenado toque de recolher após morte de uma adolescente, em Nova Rosa da Penha I, um dos bairros com atuação da Força Nacional

A cidade de Cariacica foi escolhida para desenvolver projeto-piloto do governo federal na área de segurança
A cidade de Cariacica foi escolhida para desenvolver projeto-piloto do governo federal na área de segurança
Foto: Vitor Jubini

Mais de 600 alunos de Cariacica ficaram sem aulas depois que bandidos armados ordenaram que funcionários suspendessem as atividades da Escola Municipal de Ensino Fundamental Padre Anthonius Lutes, em Nova Esperança, na manhã desta terça-feira (10).

A informação é de que a determinação tenha ocorrido após a morte da adolescente Luceny Amanda Santos de Oliveira, 14 anos, em Nova Rosa da Penha I, às 19h59 desta segunda-feira (09). Ela foi atingida por 13 disparos de arma de fogo.

Nova Esperança e Nova Rosa da Penha integram a lista dos 28 bairros contemplados com a atuação da tropa da Força Nacional, que realiza serviços de patrulhamento e investigação no município desde o dia 30 de agosto.

Em nota, a Prefeitura de Cariacica informou que 620 alunos, nos turnos matutino e vespertino, não terão aulas “devido a problemas de segurança pública enfrentados pela população do bairro”. A Polícia Militar não confirmou toque de recolher no local.

No último domingo (08), um homem que não teve a identidade revelada pela polícia foi encontrado morto em um terreno baldio às margens da Rua 43, no bairro Nova Rosa da Penha I. Moradores revelaram que traficantes do bairro estão em confronto com bandidos dos bairros Nova Esperança e Itapemirim.

> Em 10 dias, Força Nacional prende 15 suspeitos em Cariacica

Ver comentários