Notícia

Ex-prefeito de Fundão é preso por suspeita de corrupção

Todos os 11 vereadores da cidade foram intimados a prestar depoimento

Anderson Pedroni, ex-prefeito de Fundão
Anderson Pedroni, ex-prefeito de Fundão
Foto: Arquivo Pessoal

O ex-prefeito de Fundão - e candidato mais votado nas eleições de outubro -, Anderson Pedroni (PSD), foi preso nesta terça-feira pela Polícia Civil. Todos os 11 vereadores da cidade foram intimados a prestar depoimento, após serem alvo de uma operação do Núcleo de Repressão às Organizações Criminosas e à Corrupção (Nuroc) e da Delegacia de Crimes Contra a Administração Pública (Decap).

A investigação estaria relacionada a suposto pagamento de propina oferecido por Pedroni para que os parlamentares aprovassem um projeto que poderia ser usado para liberar o caminho para que ele assuma a prefeitura.

O candidato foi barrado pela Justiça Eleitoral porque teve as contas de 2011 rejeitadas pelo plenário Câmara. O julgamento dessas contas pelos vereadores ocorreu em 2015. O projeto apresentado este ano visa abrir prazo extraordinário para que o ex-prefeito se defenda no julgamento das contas. Na prática, levaria a uma nova votação na Câmara.

Em caso de nova apreciação das contas, como Pedroni tem maioria na Câmara, elas seriam aprovadas e o candidato barrado teria um trunfo na Justiça para tentar reverter a situação.

Nenhum aliado ou parente atendeu ao telefone de Pedroni, nesta terça. O advogado do ex-prefeito também não. 

Ver comentários