Notícia

Governo federal vai vender imóveis no Estado

No Estado, dez propriedades da União são consideradas vagas e podem ser vendidas

O campo do Santa Cruz, em Vitória, é um dos imóveis  "vagos para uso"
O campo do Santa Cruz, em Vitória, é um dos imóveis "vagos para uso"
Foto: Bernardo Coutinho

O governo federal vai vender imóveis em todo o Brasil. A informação foi repassada nesta quinta (04) pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, após reunião do presidente Jair Bolsonaro (PSL) com a equipe de ministros. Há mais de 300 propriedades no Estado que podem entrar na lista.

Sem detalhar como será o processo de venda, Lorenzoni disse que a União tem cerca de 700 mil imóveis, além de prédios alugados em todo o Brasil.

“O objetivo é racionalizar e depois permitir a venda desses imóveis. A União tem próximo de 700 mil imóveis. Vocês imaginam o que isso significa em termos de custo para manutenção”, comentou.

Leia também

Somente no Espírito Santo são, pelo menos, 316 imóveis do governo federal que podem entrar no pacote de vendas. Segundo levantamento feito por A GAZETA, dez deles estão até sem qualquer utilização por parte da União.

Um dos imóveis é o campo do Santa Cruz, localizado na Rua João Ricardo Hermann Schorling, em Santa Lúcia, na capital do Estado. Na relação de imóveis do Ministério do Planejamento, ele consta como “vago para uso”.

Com a mesma classificação também estão uma fazenda em Aracruz; casas em Vitória e Conceição da Barra; terrenos em Guarapari e Linhares; e até o farol de Conceição da Barra.

Além dos imóveis vagos para uso, existem também 161 em regularização de entrega ou cessão, 57 em regularização de reforma agrária, 46 em uso em serviço público, 26 cedidos para prefeituras, Estado ou entidades sem fins lucrativos, 12 invadidos, 3 com usufruto indígena, e 1 locado para terceiros.

Segundo a assessoria de imprensa do Ministério do Planejamento, cada ministro deverá fazer o levantamento dos prédios que poderão ser vendidos. A expectativa é que a lista com os imóveis seja apresentada na próxima terça-feira, 8, quando Bolsonaro voltará a se reunir com os ministros.

“Cada ministro deverá fazer um levantamento de todos os imóveis existentes, principalmente nos Estados e nas capitais, com o objetivo de racionalização do uso dessas estruturas”, explicou Lorenzoni.

SAIBA MAIS

Imóveis no Estado

Em todo o Espírito Santo, são pelo menos 316 imóveis do governo federal. O Ministério do Planejamento foi questionado sobre o número total de imóveis da União, mas não respondeu até o fechamento da edição.

Imóveis vagos para uso

Dentre os 316 imóveis da União, dez estão “vagos para uso”. Entre eles, estão o campo do Santa Cruz, em Vitória, uma fazenda em Aracruz, entre outros.

Uso em serviço público

São 46 imóveis. Neste grupo estão as áreas do aeroporto, porto, terrenos da Ufes e dos Institutos Federais, e outros imóveis.

Cessão para órgãos públicos

Em todo o Estado, são 26 imóveis da União cedidos para prefeituras, para o governo estadual e para entidades sem fins lucrativos. São armazéns, escolas, hospitais e outros bens de uso coletivo.

Locados de terceiros

Além de todos os imóveis em que a União é a proprietária, o governo federal aluga outras 46 propriedades de terceiros.

Ver comentários