Notícia

Secretário de Guaçuí preso na Operação Ouro Velho é solto

Investigação do MPES analisa indícios que o grupo desviou dinheiro público por meio de fraude em licitações

Servidores são presos acusados de integrar organização criminosa em Guaçuí
Servidores são presos acusados de integrar organização criminosa em Guaçuí
Foto: Divulgação

O secretário de Agricultura de Guaçuí, Edielson de Souza Rodrigues, preso durante a Operação Ouro Velho, do Ministério Público do Espírito Santo (MPES), deflagrada na última quinta-feira (16), foi solto. Outras seis pessoas também foram presas na ação. A investigação analisa indícios que o grupo transformou a prefeitura em balcão de negócios, desviando dinheiro público em licitações.

A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Justiça (Sejus). Edielson de Souza Rodrigues estava no Centro de Detenção Provisória de Viana 2, desde quinta. Ele foi liberado nesta segunda-feira (20) mediante decisão judicial.

A investigação prendeu o presidente da Câmara Municipal, dois secretários da prefeitura e outras quatro pessoas. No fim da semana passada, o secretário de Educação da cidade, Vanderson Vieira, também teve um alvará de soltura expedido por motivos de saúde. Ele ganhou liberdade provisória, com o cumprimento de algumas condicionantes.

Segundo assessoria da prefeitura, os novos secretários de Educação e Agricultura estão sendo definidos. Interinamente, funcionários efetivos das respectivas secretarias assumiram as pastas.

Ver comentários