Notícia

Marcos do Val demite namorada e ela conquista novo cargo no Senado

Advogada foi contratada para gabinete em janeiro; senador diz que namoro começou há um mês

Senador Marcos Do Val e Brunella Poltronieri Miguez, na época, sua assessora parlamentar, em reunião no Palácio Anchieta em janeiro deste ano
Senador Marcos Do Val e Brunella Poltronieri Miguez, na época, sua assessora parlamentar, em reunião no Palácio Anchieta em janeiro deste ano
Foto: Reprodução Facebook/ Marcos Do Val

Em menos de quatro meses uma advogada foi contrata como assessora parlamentar do gabinete do senador Marcos Do Val (PPS-ES), promovida com aumento de salário, exonerada e recontratada para outro cargo na Diretoria-geral do Senado.

Brunella Poltronieri Miguez, atual namorada do senador, começou em janeiro como assistente parlamentar no gabinete do capixaba, em Brasília, ganhando quase R$ 9 mil e, em menos de um mês, foi promovida e passou a ter um salário de quase R$ 13,5 mil.

>Três parlamentares do ES aderem à aposentadoria especial

O parlamentar tomou posse do cargo em 1º de fevereiro, mas pôde nomear sua equipe antes disso. A advogada trabalhou com Do Val por menos de três meses antes de ser demitida por ele. A justificativa foi o fato de ele ter se apaixonado por Brunella, segundo o senador contou ao site “Metrópoles”, que divulgou as informações neste domingo (16).

> Advogado-geral do Senado: não há nepotismo no caso Marcos do Val e namorada

As nomeações, promoções e exonerações da advogada foram confirmadas pelo GazetaOnline com base em dados oficiais disponíveis no site da Transparência do Senado Federal e do Diário Oficial da União

Brunella foi nomeada pela primeira vez em 25 de janeiro de 2019 na função de auxiliar parlamentar pleno. A advogada ficou lotada no gabinete do senador até ser exonerada, em 15 de fevereiro, para ser promovida a assistente parlamentar intermediário.

O salário-base dela passou de R$ 8.996,28, em fevereiro, para R$ 13.494,42 no mês seguinte, segundo os dados oficiais, que também mostram que ela foi novamente exonerada no dia 23 de abril.

Vinte dias depois, a advogada foi nomeada para ocupar o cargo de secretária parlamentar na diretoria-geral do Senado. Segundo informou o “Metrópolis”, lá ela desenvolve a função de consultora legislativa e recebe salário de R$ 10.805,49.

“Tomei a decisão de exonerá-la do meu gabinete”

Leia também

Ao site, Do Val contou que exonerou a advogada do gabinete “para evitar qualquer resquício de imoralidade” após o início do relacionamento, que agora teria pouco mais de um mês. “Eu não intervi para a contratação dela, não disse que tinham que contratar porque era minha namorada. Eles não sabem disso”, justificou.

Procurado polo GazetaOnline durante toda a tarde deste domingo para comentar o caso, o senador respondeu, por meio de sua assessoria, que o posicionamento oficial seria um vídeo postado nas redes sociais.

“Comecei a me relacionar com essa pessoa faz apenas um mês e, mesmo buscando com a consultoria do Senado se haveria alguma ilegalidade ou imoralidade e recebendo a resposta deles de que não, tomei mesmo assim a decisão de exonerá-la do meu gabinete. A Brunella é formada em Direito, se especializou em Direito Penal e tem mestrado em Políticas Públicas. E, é claro, com esse currículo, o próprio Senado Federal absorveu, colocando-a em uma área que estava demandando de profissional com essa especialidade”, afirmou o senador no vídeo em que também disse que “a imprensa vem me atacando de forma sensacionalista”. Mas não quis responder os questionamentos da reportagem.

Brunella não foi localizada pela reportagem.

DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO

25 de janeiro de 2019 - Advogada é nomeada por sena

Publicação do Diário Oficial da União
Publicação do Diário Oficial da União
Foto: Reprodução/Diário Oficial da União

 

 

15 de fevereiro de 2019 - Ela é promovida

Publicação do Diário Oficial da União
Publicação do Diário Oficial da União
Foto: Reprodução/Diário Oficial da União

23 de abril de 2019 - Senador exonera Brunella

Publicação do Diário Oficial da União

13 de maio de 2019 - A advogada é nomeada para a Diretoria-geral do Senado

Publicação do Diário Oficial da União

POSICIONAMENTO DO SENADOR 

 

 

Ver comentários