Notícia

Morre o mestre de cerimônias Eduardo Santos, aos 81 anos

Por 20 anos, ele foi a voz nos eventos oficiais do governo do Estado. Estava internado há duas semanas após sofrer um AVC

Eduardo Santos foi mestre de cerimônias do Palácio Anchieta
Eduardo Santos foi mestre de cerimônias do Palácio Anchieta
Foto: Vitor Jubini

O mestre de cerimônias Eduardo Francisco dos Santos morreu no início da noite desta terça-feira (11), aos 81 anos. Ele estava internado havia cerca de duas semanas, após sofrer um AVC.

Natural do Rio de Janeiro, Eduardo Santos foi a "voz oficial" dos diversos eventos do governo do Espírito Santo por mais de 20 anos. 

As potentes cordas vocais fizeram com que Eduardo Santos ficasse conhecido como "a voz do Espírito Santo", homenagem da qual ele se orgulhava.

O mestre de cerimônias contou sua história para o Gazeta Online em 2017. Veja o vídeo abaixo.

"As pessoas que me conhecem mais de perto afirmam que eu sou a voz do Espírito Santo. Fico muito satisfeito em ouvir isso, e faço por onde para merecer esse título. Me sinto muito regozijado, muito satisfeito, muito feliz em ser reconhecido como tal", disse, em março de 2017.

O velório e o sepultamento ocorreram nesta quarta-feira (12), no Cemitério Parque da Paz, em Vila Velha.

HOMENAGENS

O governador Renato Casagrande (PSB) relembrou a trajetória de Eduardo Santos e decretou luto oficial de três dias pelo falecimento do mestre de cerimônias. "É com imenso pesar que recebo a notícia do falecimento do mestre de cerimônias Eduardo Francisco dos Santos, que por 20 anos foi a voz dos eventos oficiais do governo do Estado do Espírito Santo. Ficam as boas recordações de um profissional que marcou época e deixará saudades. Meus sentimentos à família e aos amigos. Decretei luto oficial de três dias em respeito à morte de Eduardo Santos."

O ex-governador Paulo Hartung (sem partido, ex-MDB) também prestou homenagem ao mestre de cerimônias. "Recebemos com pesar a notícia do falecimento de Eduardo Santos. O mestre de cerimônias, Eduardo Santos, por mais de 20 anos foi a voz oficial do governo do Estado. Um profissional brilhante que, mesmo seguindo os protocolos e formalidades necessárias, sempre conduziu os eventos com características próprias, inovadoras e transmitindo bastante alegria. Aos familiares e amigos, manifestamos nossos sinceros sentimentos e desejamos conforto neste momento de dor."

 

Ver comentários