Notícia

Decreto amplia 'ficha limpa' para o executivo

Os indicados para os cargos também terão de comprovar idoneidade moral e reputação ilibada

Decreto amplia 'ficha limpa' para o executivo
Decreto amplia 'ficha limpa' para o executivo
Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro editou ontem um decreto para ampliar as regras exigidas para cargos em comissão e funções de confiança da administração pública, incluindo autarquias e universidades federais, mas abre uma brecha ao possibilitar que um ministro possa manter em sua pasta alguém que não cumpra os requisitos necessários.

Entre os critérios exigidos para que alguém trabalhe no governo está o de não ter ficha suja e ter formação acadêmica compatível com a função de que vai ocupar. Os indicados para os cargos também terão de comprovar idoneidade moral e reputação ilibada.