Notícia

Quem é Osvaldo Maturano, vereador alvo de operação em Vila Velha

Parlamentar é alvo de uma investigação da Polícia Federal, suspeito de exigir parte do salário dos próprios funcionários para mantê-los no cargo. Ele é dono de autoescola

O vereador Osvaldo Maturano durante sessão na Câmara de Vila Velha
O vereador Osvaldo Maturano durante sessão na Câmara de Vila Velha
Foto: Facebook Osvaldo Maturano

Investigado pela Polícia Federal pelo suposto crime de rachid, o vereador Osvaldo Maturano (PRB) não é um principiante na política canela-verde. O empresário de 46 anos foi eleito vereador em 2012 e desde então vem ocupando uma cadeira na Câmara de Vila Velha por quase dois mandatos, tendo sido reeleito em 2016.

Maturano é dono de uma autoescola e já chegou a presidir o Sindicato das Autoescolas do Espírito Santo. Seu currículo também inclui uma passagem pela Prefeitura de Vila Velha, onde atuou como secretário municipal de Transportes e Trânsito durante a gestão do ex-prefeito Neucimar Fraga (PSD). 

Apesar de ter sido criado no bairro Alecrim, onde foi líder comunitário quando jovem, Osvaldo Maturano mora atualmente no Ibes. No ano passado, ele chegou a disputar a eleição para deputado estadual. Com 6,6 mil votos, não conseguiu se eleger.

O PARTIDO

Após a descoberta do suposto esquema de rachid comandado por Maturano, o PRB, partido do qual o vereador é membro, divulgou uma nota, assinada por seu presidente regional, Roberto Carneiro. As investigações fazem parte da Operação Endosso, da PF.

"O Partido Republicano Brasileiro (PRB) esclarece que, dentro dos ideais republicanos, não comunga com nenhum tipo de postura indevida de seus membros. Aguardamos a apuração dos fatos pela Justiça antes de tomarmos as providências necessárias", informou.

Carneiro, que está em viagem ao Rio de Janeiro, afirma que, ao final da apuração, o partido se reunirá e tomará as devidas providências sobre o assunto.

Ver comentários