Notícia

Irmão da deputada Norma Ayub é preso em operação contra fraude no Detran

Itamar Ayub é chefe da Ciretran de Marataízes. Ele foi um dos dois alvos da nova etapa da Operação Replicante, nesta segunda-feira

Agentes da Operação Replicante cumprindo mandados no dia 1º de agosto
Agentes da Operação Replicante cumprindo mandados no dia 1º de agosto
Foto: MPES

O chefe da Ciretran de Marataízes, Itamar Ayub Alves, foi preso na manhã desta segunda-feira (12), durante nova etapa da Operação Replicante, do Ministério Público Estadual (MPES). Ele é irmão da deputada federal Norma Ayub (DEM), que não é investigada no caso.

Por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), o MPES apura fraudes em registros de veículos junto ao Detran com uso de documentos falsos. A primeira etapa da operação foi deflagrada no dia 1º, com a prisão de dez pessoas.

Itamar Ayub Alves, chefe da Ciretran de Itapemirim
Itamar Ayub Alves, chefe da Ciretran de Itapemirim
Foto: Facebook

Nesta segunda, mais dois mandados de prisão foram cumpridos, em Marataízes e Itapemirim. O caso é sigiloso e ainda não há informações oficiais sobre o porquê de o irmão da deputada ter sido preso.

A prisão, que é temporária, foi confirmada à reportagem por fontes que acompanham o caso. No final da tarde, o MPES confirmou a prisão de Itamar. 

Segundo o Portal da Transparência do governo do Estado, Itamar é chefe de Ciretran desde 19 de março deste ano. O servidor foi levado para o Centro de Detenção Provisória de Viana 2.

OUTRO LADO

Procurada para comentar a prisão do irmão, a deputada Norma Ayub enviou apenas a seguinte nota: "Não tenho conhecimento necessário sobre este assunto, o qual deve ser esclarecido, pelos meios legais, e os envolvidos serão responsabilizados".

Quando a defesa de Itamar Ayub se manifestar este texto será atualizado.

> Leia também: Coautor de Elite da Tropa defende desmilitarizar a PM

Ver comentários