Notícia

Bombeiros indicam evitar banho em rios para evitar afogamentos

Duas pessoas morreram afogadas neste sábado no Rio Itapemirim

Mergulhadores do Corpo de Bombeiros iniciaram as buscas logo após o homem afundar no bairro Aquidaban
Mergulhadores do Corpo de Bombeiros iniciaram as buscas logo após o homem afundar no bairro Aquidaban
Foto: Foto do Internauta/Izael Cezanhoch Junior

Apesar do forte calor, a orientação do Corpo de Bombeiros é que as pessoas evitem se refrescar em rios e locais que não possuem salva-vidas. Duas pessoas morreram afogadas neste sábado (20) no Rio Itapemirim, em Cachoeiro de Itapemirim. Umas das vítimas é um garoto de 12 anos. A outra é um homem que morreu ao tentar salvar uma criança que se afogava. Os afogamentos foram em locais e horários diferentes.

De acordo com sargento Bittencourt, do Corpo de Bombeiros, o banho em rios não é recomendado por causa dos buracos. “O fundo do rio é irregular. Ora dá alcance, ora não dá. Além das  correntezas, que são irregulares. O ideal é procurar locais como praias com proteção de salva-vidas”, disse.

O sargento aconselha ainda que se evite entrar na água após o consumo de bebida alcoólica e nunca pular de pontes, principalmente em locais desconhecidos. 

AFOGAMENTOS

Neste sábado (20), um menino de 12 anos morreu afogado no Rio Itapemirim, em Cachoeiro de Itapemirim, mais especificamente no distrito de São Bento, por volta de 11 horas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, Marcos Vinicius Almeida de Oliveira foi levado para a Santa Casa de Misericórdia, mas morreu logo depois de dar entrada na unidade.

No segundo caso registrado, por volta de 13h20, na altura do bairro Aquidaban, outra criança se afogava e foi salva pelo pai, mas um homem que tentou ajudar no resgate acabou afundando e desapareceu. Após buscas de mergulhadores, o homem foi encontrado morto, a quatro metros de profundidade. Ele ainda não foi identificado.

Os dois corpos foram encaminhados para o Serviço Médico Legal de Cachoeiro de Itapemirim.

Ver comentários