Notícia

Criança com suspeita de H1N1 permanece internada em Cachoeiro

O estado de saúde dele é considerado grave

O esta internado desde sexta-feira no Hospital Infantil de Cachoeiro
O esta internado desde sexta-feira no Hospital Infantil de Cachoeiro
Foto: Beatriz Caliman

O menino que está com suspeita da gripe H1N1 continua internado no Hospital Infantil São Francisco de Assis, em Cachoeiro de Itapemirim. O estado de saúde dele é considerado grave, mas estável. O laudo que pode confirmar a doença ainda não ficou pronto.

De acordo com a assessoria do hospital, a criança está internada desde a última sexta-feira (10). Ela chegou com um quadro de gripe muito grave, com sintomas que incluíam sangramento, dificuldade de respirar, muita febre, tosse, calafrios e dores no corpo. 

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), de janeiro a outubro de 2017 foram registrados 64 casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) por influenza no estado, sendo 52 casos por influenza a H3N2, um caso por influenza A (não subtipado) e 11 casos por influenza B. Destes casos, seis evoluíram para óbito (H3N2). Todas as notificações são investigadas para apurar o agente causador.

A Sesa ainda divulgou que em 2016 mais de 200 casos foram confirmados e 45 pessoas morreram por causa da doença. O medo da gripe H1N1 fez igrejas orientarem pra que os fiéis evitassem contato mais próximo, como abraços e cumprimentos. Na época muitas pessoas correram para receber a vacina, que chegou a faltar nos postos.

Diante da suspeita de um novo caso da doença, a prefeitura pretende seguir os protocolos do Ministério da Saúde, como explica a enfermeira Sabrina Lamas. “A gente faz uma investigação no local. A Vigilância Epidemiológica já esta fazendo essa investigação com tratamento dessa criança que está internada lá no Hifa para H1N1, Influenza”, explicou.

PREVENÇÃO

Como forma de prevenir a doença, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) recomenda que as pessoas lavem sempre as mãos com água e sabão, evitem colocar as mãos no rosto, em especial na boca e no nariz, e usem lenço de papel para cobrir a boca e o nariz ao espirrar ou tossir.

Tanto a influenza a (H1N1) quanto a influenza sazonal (gripe comum) são causadas por subtipos do vírus influenza. Os sintomas são os mesmos: febre, tosse, dor de garganta, dor no corpo e mal-estar, caracterizando uma síndrome gripal. Quando o paciente apresentar estes sintomas e estiver com dificuldade para respirar, a orientação é procurar um serviço médico.

Com informações de Renata Cordeiro, da Tv Gazeta Sul

Ver comentários