Notícia

Pai alicia filho e adolescentes para cometer furtos em Castelo

Segundo as investigações da Polícia Civil, além dos furtos, o grupo formado por cinco pessoas ainda escrevia insultos às vítimas nas paredes das residências

Grupo roubou chácara e ainda debochou das vítimas
Grupo roubou chácara e ainda debochou das vítimas
Foto: Divulgação | Polícia Civil

Um homem de 38 anos é alvo de uma investigação da Polícia Civil por ter aliciado adolescentes e o próprio filho, de 14 anos, para cometer furtos no interior de Castelo, no Sul do Estado. No último final de semana, a quadrilha cometeu o crime em duas chácaras e ainda escreveu insultos às vítimas nas paredes das residências. 

Segundo o delegado de Castelo, Marcelo Meurer, as chácaras foram arrombadas, vandalizadas e furtadas pelo grupo, formado por cinco pessoas, nas idades entre 14 e 18 anos. Eles levaram facas, roçadeiras e máquinas rurais. O grupo ainda é suspeito de cometer furtos de carne de gado no município.

> Acusado de homicídios é preso no ES ao tentar embarcar para Londres

Parte dos objetos, segundo o delegado, já foi localizado por meio de denúncia e entregue aos donos, mas os autores dos crimes permanecem impunes. “O maior, C.R.S, de 38 anos, pai de um dos menores, vem praticando furtos na região e já possui passagens pelo crime no município. Encaminhamos uma representação à Justiça pela prisão do suspeito”, afirmou o delegado.

> Bandido armado invade salas na Ufes e assalta alunas

Os menores podem responder pelo crime por meio do Estatuto da Criança e do Adolescente. Já o homem pode ser indiciado por furto qualificado e aliciação de menores. Até o momento, segundo a polícia, ninguém foi preso.

Bandidos ainda escreveram insultos para as vítimas
Bandidos ainda escreveram insultos para as vítimas
Foto: Divulgação | Polícia Civil

 

 

Ver comentários