Notícia

Filhote de baleia jubarte é encontrado morto em praia de Itapemirim

Especialista diz que animais tinha mais de seis metros; carcaça será enterrada

Foto: Willian de Souza

Uma baleia da espécie Jubarte foi encontrada morta na Praia do Gomes, em Iaoca, Itapemirim, no litoral Sul, na tarde desta terça-feira (21). O animal, segundo especialista, estava em estado avançado de decomposição. A carcaça deve ser enterrada.

O morador de Piúma, Willian de Souza Neves, passava pela Rodovia do Sol quando avistou a baleia e parou para registrar. Equipes da Secretaria de Defesa Social foram acionadas até o local.

Foto: Willian de Souza

A empresa CTA - Serviços em Meio Ambiente, que faz monitoramento de rotina da costa do Litoral Sul, fez o registro e acionou o Instituto Orca, que cuida da preservação dos mamíferos aquáticos. O órgão, organização não Governamental (ONG) coletou amostras para estudo.

Leia também

“Se estima que o animal tenha pouco mais de seis metros de comprimento e é um filhote de Jubarte. Não foi possível verificar o sexo e uma amostra foi coletada para estudo. Ainda não é possível saber o que aconteceu. Em geral, a maioria desses animais são filhotes ou juvenis, que não têm condição de suportar predadores e rebentação no mar. Às vezes se perdem da mãe e são dependentes”, afirma o diretor do Instituto e especialista em mamíferos marinhos, Lupércio Barbosa.

Barbosa comenta ainda que é comum ver baleias nesta época do ano na costa do Estado. “Elas começam a chegar aqui por volta de junho. Muitos nascem aqui e por volta de setembro, outubro, começam o processo de migração para a região sul do país”, revela.

Foto: Willian de Souza

 

 

Ver comentários