Notícia

Ossada encontrada no Caparaó pode ser de produtor rural desaparecido

Bruno Rodrigues, de 32 anos, está desaparecido desde setembro deste ano. Dois tios dele, a esposa de um dos tios e um amigo da família são suspeitos de cometerem o crime

Uma ossada humana encontrada na região do Caparaó pode ser do produtor rural Bruno Rodrigues, de 32 anos. Ele está desaparecido desde o dia seis de setembro deste ano quando saiu para cuidar de bezerros na propriedade da família na localidade de Morro da Carneira, zona rural de Alegre, onde a ossada foi localizada. O local foi apontado por um dos suspeitos de matar Bruno. 

Até o momento, quatro pessoas foram detidas por envolvimento no caso: dois tios da vítima, a esposa de um dos tios e um amigo da família. Apesar deles não confessarem, a Polícia Civil acredita que o crime está relacionado com a disputa de terras que ocorria entre a família.

 

 

O delegado Ricarte Teixeira explicou que os vestígios de sangue encontrados nas proximidades da casa de um dos suspeitos é de Bruno. “O cão farejador dos Bombeiros esteve no local e acusou a presença de cadáver naquele local. Através de exame de DNA foi confirmado que esse sangue que é da vítima”.

Apesar das evidências, os suspeitos negam que tenham assassinado Bruno e ocultado o cadáver. “Pedimos a prorrogação da prisão, pois apesar de todas as provas eles estavam irredutíveis em confessar e até nos auxiliar nas buscas para localizar o corpo." Após o pedido de prorrogação, segundo o delegado, eles mudaram os depoimento se passaram a afirmar que viram Bruno ser morto. "Eles acusam outra pessoa que nós estamos investigando. Acredito que não seja verdade”, revelou o delegado

Bruno saiu de casa 12h do dia seis de setembro
Bruno saiu de casa 12h do dia seis de setembro
Foto: Reprodução

Um dos suspeitos, o que não é parente de Bruno, indicou onde os restos mortais estariam. Como o local é de difícil acesso, a Polícia Civil solicitou o apoio do Corpo de Bombeiros. “Na sexta, os bombeiros com os policiais civis e os peritos desceram no local. Foi necessário amarrar uma corda em uma árvore e encontramos a ossada que possivelmente é do Bruno. Vamos encaminhar para exame de DNA. No local também foram encontradas roupas e um embornal com vários objetos, que a esposa da vítima reconheceu que pertence ao Bruno”, finalizou.

Os três homens foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória e a mulher para o Presídio feminino, ambos em Cachoeiro de Itapemirim. As investigações continuam.

DESAPARECIMENTO

O produtor rural Bruno Rodrigues, de 32 anos, saiu de casa por volta do meio dia  de seis de setembro para cuidar de dois bezerros e desapareceu na região do Caparaó. A motocicleta dele, que também estava desaparecida, só foi encontrada cinco dias depois em uma ribanceira no meio de um matagal.

Durante entrevista na época, a esposa de Bruno, a costureira Leidiane Garcia Catten, contou que ele saiu de casa em Jerônimo Monteiro e disse que iria para o sítio da família, na localidade de Carneiro, interior de Alegre, para “tocar” dois bezerros.

Ver comentários