Notícia

Produtores tem prejuízo após chuva de granizo em Iconha

Em uma propriedade o prejuízo foi R$ 250 mil

Milhares de pés de bana foram destruídos
Milhares de pés de bana foram destruídos
Foto: Colaborador Rede Gazeta Pedro Lourencini

Produtores de banana e de café tiveram prejuízos após o forte temporal acompanhado de chuva de granizo que caiu no município na tarde desta quarta-feira (21). Pés de banana foram destruídos e secadores de café danificados. Em uma propriedade o prejuízo foi R$ 250 mil. 

Dos três mil pés de banana cultivados pelo produtor rural Adão Premoli, foram poucos os que restaram em pé. “Só daqui um ano para recuperar os cachos de banana, que já eram poucos. A sorte é que eu e minha esposa somos aposentados, porque senão... A chuva de granizo foi tão forte que parecia que estava despejando com um saco em cima da casa, achei que iria quebrar tudo. Nunca vi uma chuva dessas”, lamentou.

O prejuízo do produtor rural Eliseu Dadalto foi ainda maior, ele acredita que perdeu 25 mil pés de banana com chuva. A secadora de café também ficou destruída, um prejuízo estimado de R$ 250 mil reais. A preocupação dele agora é em pagar um empréstimo de R$ 150 mil que fez para investir na produção.

“A situação não é brincadeira. São 30 mil pés de banana desse lado, do outro lado são mais 25 mil pés. O custo é alto, mas a banana está com valor baixo, e com essa perda não vou conseguir pagar o empréstimo”, contou Eliseu.

E teve mais estragos. Uma casa ficou com as telhas quebradas, o curral destruído. A chuva, que durou pouco mais de uma hora, atingiu principalmente a região de Pedra Lisa Alta. Apesar dos prejuízos nos bananais e em algumas construções, ninguém se feriu ou ficou desabrigado

A prefeitura de Iconha informou que vai trabalhar na desobstrução de algumas estradas e buscar uma solução junto aos bancos para os empréstimos feitos pelos produtores. “Estamos em contato com todos os produtores, fazendo um levantamento de todos que foram afetados. Temos estradas obstruídas dentro da lavoura. Vamos buscar com eles junto ao banco para tentar fazer renegociação”, explicou o secretário de agricultura, Romario Volponi.

Mas os produtores precisam ficar atentos, pois existe previsão de chuva, segundo a coordenadora da Defesa Civil municipal Nelsanir Maria Rigo. “A orientação é de que procurem um lugar seguro, que é dentro de casa. Que não fique debaixo de árvore e fiação”, disse.

Enquanto isso, o que resta aos produtores, que sempre trabalharam na roça e nunca passaram por uma situação igual essa, é trabalhar e recomeçar.

 

 

Ver comentários