Notícia

Marido cria cadeira mecânica para esposa subir escadas no ES

A cadeira mecânica funciona como uma espécie de elevador que leva a dona Zélia do primeiro ao segundo andar de casa

Ele tem 80 anos, ela 77 e, juntos, já são 52 anos de matrimônio. O casal de aposentados, Carlos Alvez Fernandes e Zélia Souza Fernandes, é prova de que a união de amor e criatividade pode gerar excelentes resultados, inclusive uma super invenção.

Tudo começou quando o casal mudou para Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado, e a casa onde moram tem uma escada que dá acesso ao quarto do casal, dificultando a vida da dona Zélia, que sofre de artrose e não consegue fazer movimentos simples do dia a dia, principalmente subir escadas.

IDEIA

Para facilitar a vida da esposa, Carlos passou uma noite pensando em como poderia ajudar e, depois de rascunhar todo o projeto, resolveu comprar o material que precisava para construir a engenharia.

Geralmente à noite eu consigo pensar nas coisas com mais facilidade, então fui elaborando a cadeira em pensamento. Ficava sentido em vê-la que há pouco tempo andava, e agora, ficava presa dentro do quarto. Pensei nisso pra fazê-la feliz
Carlos Alvez, aposentado

COMO FUNCIONA

A cadeira mecânica, feita de madeira, demorou quatro dias para ficar pronta, e funciona como uma espécie de elevador que leva a dona Zélia do primeiro ao segundo andar. O movimento é feito pelo cabo de aço preso a um motor e controlado pelo Carlos.

Como não tinha muita experiência em serviços de mecânica, ele fez questão de ser o primeiro a testar a invenção feita exclusivamente para a sua esposa. “Eu pensei assim: 'se tiver que cair, cai eu, o inventor'", disse.

"ESTOU IGUAL PIPOCA"

A esposa ficou preocupada no início, mas agora comemora que a invenção deu certo. “Antes ficava presa dentro do quarto, sem conseguir sair, agora estou igual uma pipoca. Ele é nota 10.”

Para o marido, isso foi só o que ele poderia fazer para ver a esposa bem. “Eu me apaixono por ela desde o primeiro dia. Tudo que eu puder, eu faço por ela. Quero ver ela do meu lado por muitos anos ainda”, finalizou o inventor.

Ver comentários