Notícia

Incêndios em matas castigam cidades da Região do Caparaó

Na localidade de Pedra Roxa, em Ibitirama, os bombeiros atuam desde as 4h30 da madrugada deste sábado (21) no Parque Nacional do Caparaó

Pelo menos cinco incêndios em matas foram registrados nas últimas 12 horas pelo Corpo de Bombeiros em cidades da Região do Caparaó. Em um deles, no município de Alegre, as chamas chegaram bem perto das residências. Ninguém se feriu.

Na localidade de Pedra Roxa, em Ibitirama, os bombeiros atuam desde as 4h30 da madrugada deste sábado (21) no Parque Nacional do Caparaó. De acordo com moradores, as chamas começaram por volta das 21h. O produtor rural Douglas Menário mora no local há aproximadamente 20 anos e disse que fica triste ao ver este cenário.

“Moramos na divisa com o parque. Vimos o fogo pela vidraça da janela , por volta das 21h,, mas já já estava quasse que incontrolável. Temos contato com o parque, ligamos para eles, que acionaram os brigadistas e os bombeiros. Dá tristeza por causa dessa seca, pouca água. Dávontade de chorar”, disse.

Os brigadistas e o Corpo de Bombeiros ainda atuam no local. Outro incêndio foi registrado no distrito de São Pedro de Rates, em Guaçuí, o incêndio começou por volta das 15h. O Corpo de Bombeiros conseguiu combater as chamas por volta das 18h.

CASAS AMEAÇADAS

Já em Alegre, por pouco o fogo não atingiu residências no bairro Vila Alta durante a madrugada deste sábado (21). Os bombeiros atuaram no local ente 02h30 até 05h00. A área queimada equivale a aproximadamente três campos de futebol. O terreno é montanhoso, inclinado e irregular e o fogo atingiu uma vegetação rasteira e árvore de copa.

Além destas ocorrências atendidas, foram registrados nas últimas 24 horas incêndios em vegetação no Assentamento Taliuly Neto e nas proximidades do distrito de São Tiago, em Guaçuí, e na Serra do Alipe, em Airituba, São José do Calçado.

Ver comentários