Notícia

As igrejas e a sua responsabilidade política

As igrejas não devem fazer política partidária, indicar ou referendar candidaturas. Seu papel é é propor critérios éticos e bíblicos para definição do voto, como pensar no bem comum

Esse conteúdo é exclusivo para assinante.

Assine o Gazeta Online e acesse.

Ainda não é cadastrado?

Cadastre-se grátis

Ver comentários