Gazeta Online

Portal de Notícias

[email protected]

  • Últimas da coluna

Capixaba teve congelamento das pálpebras e cegueira por neve no Everest

Juarez Gustavo Soares foi o 24º brasileiro e o 1º capixaba a chegar ao topo do mundo, mas sofreu maus bocados para fazer história


Juarez Gustavo Soares rumo ao topo do Everest
Juarez Gustavo Soares rumo ao topo do Everest
Foto: Acervo pessoal

Nesta semana, o empresário Juarez Gustavo Soares alcançou um feito histórico ao chegar ao cume do Everest. Após uma trajetória emocionante de 55 dias, o capixaba aventureiro relatou todos os detalhes da empreitada rumo ao ponto mais alto do mundo. Confira o relato na íntegra:

"É com muita alegria que eu quero informar que no dia 22 de maio, às 03:11, eu chegava ao topo do Everest, em uma madrugada linda iluminando aquelas encostas gigantes. Tão logo o sol nasceu, porém, eu percebi que estava com problemas nos olhos, enxergando apenas borrões. Diminuímos o ritmo e descemos lentamente até o C4. No dia seguinte, até o C2, a mesma coisa, ou seja, passo a passo. Ocorre que descer a Cascata de Gelo desta forma representaria um risco maior, foi quando decidimos comunicar a seguradora, que rapidamente enviou um helicóptero até lá.

O que eu não sabia é que eles não me deixariam no EBC, como eu pensava. Eles me trouxeram direto para Katmandu, onde cheguei no hospital com a roupa do cume! Fui muito bem atendido. O diagnóstico foi de congelamento das pálpebras e cegueira por neve. Acabou sendo conveniente, também, pois já haviam congelamento nível 2 nos dedos dos pés e, talvez mais um dia tornaria o problema mais sério.

Enfim, já estou no hotel. Fiquei com pena, porém, de não ter me despedido dos amigos, de não ter agradecido às pessoas da equipe que nos ajudaram no EBC, e de não ter feito aquele lindo trekking de volta à Lukla. Quem sabe da próxima vez..."

Veja o vídeo:

 

 

Ver comentários