• Últimas da coluna

Mais Médicos: fim da parceria prejudica a saúde?

Com a saída de Cuba do programa Mais Médicos, anunciada ontem, o Espírito Santo passa a ter 200 profissionais a menos para atender a população nas unidades básicas


Esse conteúdo é exclusivo para assinante.

Assine o Gazeta Online e acesse.

Ainda não é cadastrado?

Cadastre-se grátis

Ver comentários