• Últimas da coluna

Por que idoso tem que ser curvado e ter bengala?

Vereador apresentou projeto que propõe a mudança do pictograma que simboliza a pessoa idosa em Vitória


Vereador quer mudança do pictograma que simboliza a pessoa idosa em Vitória
Vereador quer mudança do pictograma que simboliza a pessoa idosa em Vitória
Foto: Reprodução

O vereador Max da Mata (PDT) apresentou um projeto que propõe a mudança do pictograma que simboliza a pessoa idosa em Vitória. No lugar do desenho de um homem mais velho curvado e com bengala, entra uma pessoa ereta com a informação de que tem mais de 60 anos de idade.

 Baixa autoestima

“Essa imagem deprecia os idosos, traz uma ideia ultrapassada, negativa e diminui a autoestima dessas pessoas”, justifica o vereador. Se aprovada e depois sancionada pelo Executivo, a lei será regulamentada.

A multa

Pelo projeto, toda as placas com pictogramas do idoso, em locais públicos e privados, deverão ser trocadas na Capital, bem como nas publicações oficiais do município. Em caso de descumprimento, a multa fica em torno de R$ 1,6 mil.

Pela terra

A Eco101, em conjunto com outros órgãos e empresas, vai realizar um exercício simulado de atendimento a emergência, com múltiplas vítimas e produto perigoso, amanhã de amanhã, na Serra.

Pelo ar

O treinamento, que será realizado no condomínio Alphaville Jacuhy, em Carapina, terá a participação de um helicóptero PM que vai simular o resgate de vítimas com estado mais grave.

O paraíso dos políticos

No dia 14, na sede do Conselho Regional de Contabilidade, será realizado um ato do “Movimento Cidadão Muda, Tribunal de Contas”. Um dos organizadores lembra que o evento vem no momento em que se divulga que o deputado Marcelo Santos (PMDB) – ou seja, mais um político – está de olho numa vaga no TCES.

Adolescente observa, desolado, o os escombros  da  Ponte da Madalena: a estrutura  caiu no fim de semana pressionada pela vegetação que infestou o contaminado Rio Jucu.
Adolescente observa, desolado, o os escombros da Ponte da Madalena: a estrutura caiu no fim de semana pressionada pela vegetação que infestou o contaminado Rio Jucu.
Foto: Fernando Madeira

Vestibular do Max

O prefeito Max Filho (PSDB) e assessores mais chegados vão, nos próximos dias, fazer uma avaliação da gestão. Em 2018, devem deixar o cargo candidatos às eleições e os que têm “insuficiência de desempenho”.

Em outras palavras

Esses últimos também são conhecidos como “incompetentes”.

Outras agendas

O único prefeito do PT no Estado não apareceu para participar do ato público de Lula na última segunda-feira em Vitória. Alencar Mirim, de Barra de São Francisco, alegou à coluna que tinha compromissos inadiáveis na sua cidade.

Disputa letal

A autoria do disparo do tiro que matou ontem um dos assaltantes da agência dos Correios do Centro de Vila Velha foi alvo de “disputa” nas redes sociais formadas por policiais.

Disputa letal 2

Um grupo defendia que o autor do disparo foi um PM que estava de folga. O pessoal da Guarda Municipal jurava que quem atirou no bandido foi uma agente que estava saindo de uma consulta médica.

O grande debate

A dança dos peladões no Centro de Artes da Ufes, que caiu nas redes sociais, é o assunto mais discutido nos últimos dias lá pelos lados do campus de Goiabeiras.

SOS Barra do Jucu

A restauração da Ponte da Madalena, a demarcação de Jacarenema, a construção de um píer na boca da barra e o desassoreamento do Rio Jucu serão discutidos em audiência pública hoje, às 19h, na Escola Tuffy Nader.

A restauração

A Pique-Bandeira Filmes relançou parte da obra do cineasta capixaba Orlando Bomfim Netto, em versões digitalizadas em alta definição e parcialmente restaurada.

A exibição

Parte desses filmes foi reexibida no 50º Festival de Brasília. Outros dois curtas serão mostrados hoje na programação do Festival Arquivo em Cartaz, no Rio, promovido pelo Arquivo Nacional.

Alô, Tiririca!

Você não diz que pior que tá não fica?

Ver comentários