Notícia

"Por que não filma o Congresso?", diz leitora sobre gravação de aula

Sugestão de deputada de que alunos denunciem professores doutrinadores foi endossada pelo presidente eleito Jair Bolsonaro e repercutiu entre os leitores do Gazeta Online

Foto: Reprodução/Pixabay

Na esteira dos debates sobre a gravação de aulas pelos alunos, para que se denuncie supostas doutrinações ideológicas em salas de aula, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) afirmou que os professores não deveriam ficar orgulhosos. "Professor tem que se orgulhar e não ficar preocupado. Mau professor é o que se preocupa com isso aí", disse o político, em entrevista à TV Band, na tarde de segunda-feira (5).

A orientação para que alunos gravem e"manifestações político-partidárias ou ideológicas" partiu da deputada estadual eleita em Santa Catarina pelo PSL Ana Caroline Campagnolo. A sugestão gerou repúdio de entidades de educação, e a Justiça mandou a deputada retirar das redes sociais as publicações que incitavam alunos fazerem os vídeos em sala de aula. 

No Facebook do Gazeta Online, os leitores repercutiram a declaração de Bolsonaro. Confira alguns comentários:

Filmam policiais, filmam médicos, filmam até o vento. Qual motivo para não filmar professores doutrinadores esquerdistas? (Fábio Uhl)

Poderiam filmar também o presidente em seu gabinete em reuniões importantes. Não é transparência que se fala? (Carlos Muniz)

Aproveitem também e filmem o professor levando notebook de casa, datashow, caixa de som dele para tentar ensinar alguma coisa. Dentro da sala de aula o professor está dando aula, é autoridade, e não uns meninos mal-educados, com celular na mão. A arrogância a ignorância vão levar todos longe... (Thamires Monteiro)

 

Os livros e a História estão aí, não precisa professor falar nada, basta ir na biblioteca... Vocês é que estão precisando de fazer uma visita e dar uma olhada no passado deste país, para ver se realmente era o país dos sonhos. (Marcus Baqui)

Se a galera fosse realmente doutrinada nas escolas, tenho certeza que o Bolsonaro ficaria com 1% de votos válidos e não com 55,7%. (Flávia dos Santos)

A galera está sendo doutrinada e alienada por WhatsApp e Facebook, mas a culpa é do professor mal-remunerado, que tira do seu bolso para que alunos tenham um mínimo de preparo. Boa parte acha toda a mídia fake, menos quando convém e acredita em quase tudo que recebe pelo celular. (Cristiano Pereira da Costa)

Se engana quem pensa que só acontece em escola pública. Na escola da minha filha, que não é pública, alguns professores tentaram influenciar os alunos a serem favoráveis ao PT de forma ilustrativa nas aulas. E no Pré-Ifes que ela faz, iam até com camisas em apoio ao PT, e ai daquele que se colocasse favorável ao Bolsonaro. Segundo minha filha de 14 anos, dava até medo. (Shirley de Lima)

Qual a credibilidade que um cara que disputou o cargo público mais importante no Brasil e foi eleito sem participar de ao menos um debate no segundo turno tem para falar que professores que estudaram anos para se formar e poder fazer o que amam devem ser filmados, espionados e vigiados por setores aos quais não compete essa responsabilidade? A sociedade atual está desmoralizando a única profissão responsável pela formação de todas as profissões. (Diego Santos)

Tem que filmar quando aluno põe o dedo na cara do professor, filmar a falta de respeito com ele na sala, filmar as “pegadinhas” com professor, filmar os três turnos que alguns professores dão aula para conseguir pagar as contas e nunca esquecer de filmar o contracheque do professor, para ver a vergonha que ele recebe. (Michele Farias)

Sou eleitor do Bolsonaro, mas discordo da afirmação dele. Sala de aula não é lugar de aluno estar com celular ligado, principalmente nos ensinos fundamental e médio. Se tiver algum problema, comunique aos pais e eles vão cobrar providências junto à coordenação e direção pedagógica. (Abner Leite Nogueira)

Por que não filma o Congresso Nacional, a sala dos deputados, dos senadores, o gabinete do presidente e de todos que trabalham em Brasília? Filme as escola que estão caindo aos pedaços, as infraestruturas das escolas, os materiais escolares que faltam. Isso o governo não olha. (Rosangela Aparecida Soares)

O povo todo reclamando dos professores, mas todos aqui passaram pelas mãos de educadores. Podia gravar mesmo, mas não só para professores, para todos... gabinete do prefeito, do presidente, dos deputados, filmar as escolas que estão em condições precárias e assim vai. Ao invés de ser para um só, que seja para todos, aí concordo. Seria digno e pararia de ter falação de abobrinha. (Caroline Nunes)

Era para combater a corrupção e os bandidos? Mas vai começar por quem ensina o povo a pensar. Primeira profissão em foco... (Max Gasperazzo)

Ué, por que não rola a proposta de filmar as reuniões dele? Alunos vão gravar aulas, mas para terminar em quê? Quando ele disse que ia combater vagabundos, eu pensei que ele ia combater traficantes e não professores... (Rafael Colombi)

Sou contra falar de partidos políticos, e não de política. (Gerusa Pimentel)

Ver comentários