Notícia

"Racha não é acidente", diz leitor sobre mortes na Terceira Ponte

Leitores manifestaram comoção e indignação após batida que terminou com a morte de dois jovens, na madrugada desta quarta-feira (22), em Vitória

Carros envolvidos em acidente com mortes na Terceira Ponte
Carros envolvidos em acidente com mortes na Terceira Ponte
Foto: Eduardo Dias

O acidente que terminou com a morte de dois jovens na Terceira Ponte, em Vitória, na madrugada desta quarta-feira (22), deixou o Espírito Santo em luto. Kelvin Gonçalves dos Santos, de 23 anos, Brunielly Oliveira, de 17 anos, namorada do rapaz, morreram na hora, após serem atingidos por dois carros.

>Mãe de vítima de acidente na ponte diz que teve visão sobre tragédia

O advogado Ivomar Rodrigues Gomes Junior, de 34 anos, e o estudante de Engenharia Oswaldo Venturini Neto, de 22 anos, que dirigiam os carros envolvidos no acidente que matou um casal, estavam em uma boate de Vila Velha. Segundo o delegado Ney Fanfa Ribas Neto, plantonista da Delegacia Regional de Vitória, para onde a ocorrência foi levada, eles beberam antes do acidente. Os motoristas foram indiciados por dois homicídios com dolo eventual e embriaguez ao volante.

O casal foi encontrado cerca de 150 metros antes dos três veículos. Segundo um funcionário da Rodosol, os motoristas apostavam um racha quando acertaram o casal de moto. 

VEJA O VÍDEO DO ACIDENTE

Nas redes sociais, leitores do Gazeta Online manifestaram comoção e indignação. Confira alguns comentários: 

Meu Deus! Que tristeza! Duas vidas que se foram de forma tão brutal, por inconsequência de outros! Isso para mim é homicídio, pois tinham plena consciência da velocidade em que estavam. Que maldade! (Jocielle Rodrigues)

Sabe o que é pior? Não vai acontecer nada com eles. Duas vidas que se foram pela imprudência alheia e que ficarão impunes. Triste demais. (Bárbara Wagmacker)

Também tem que ver se o motociclista não estava sem lanterna traseira e sem roupas e capacete reflexivos, para serem vistos. (Maxmiliano Rothschedl)

Independentemente se havia sinalização ou não na moto, ambos os condutores, para mim, assumiram o risco do dano e sua consequência, fato agravado mais ainda por ser um dos condutores conhecedor da legislação. Que assuma e pague por sua atitude infracional, inclusive junto a OAB-ES. (Jociane Frohlich)

O problema é que nunca acontece nada com que os cometem a imprudência, é sempre com o que não tem nada a ver com a história. Não vai dar em nada! (Dayane Bernardo)

Para que radar? Todo mundo respeita as leis de trânsito... E o brasileiro precisa “voltar a se sentir livre para dirigir”... (Burnou Jocimara)

Eu acho que fazer o teste do bafômetro tinha que ser obrigatório. Os caras matam duas pessoas, dizem que não vão fazer e fica por isso mesmo. Isso está errado. Que lei é essa? (Malvina Nunes)

Absurdo o que esses dois irresponsáveis fizeram, tiraram a vida de dois jovens. Estavam fazendo pega na 3ª Ponte, e lá e lugar disso? Em nenhum lugar é! Têm que ser julgados, punidos e que paguem pelo seus atos. Assumiram a culpa de direção perigosa. (Italo de Souza Otacilio)

E agora pagam fiança e são liberados, e quem fica presa é a família, que sempre levará as lembranças. Eu sou a favor de que pessoas que provocam crimes assim tenham prisão perpétua e tenham que pagar pensão à família e aos filhos que ficaram. (Vitor Strong)

Brunielly Oliveira e Kelvin Gonçalves morreram depois que tiveram a moto atingida na Terceira Ponte
Brunielly Oliveira e Kelvin Gonçalves morreram depois que tiveram a moto atingida na Terceira Ponte
Foto: Reprodução/Facebook

Irresponsáveis e inconsequentes! Toda prisão para motorista bêbado e assassino será sempre muito pouco. (Luiz Antônio Vieira)

Os assassinos estavam alcoolizados e voando a 150 Km. Depois dizem que foi acidente. (Val Faria)

Racha não é acidente. Na minha opinião, é crime e deveria ser hediondo. (Emerson Paulista Cavalcante Albuquerque)

Que Deus conforte o coração dessas mães. E que esse crime não fique impune. Nós sabemos que no Brasil só existem leis para pobres. Infelizmente quem tem dinheiro não fica preso. (Fabiola Souza)

Enquanto esse tipo de situação não for tratado como crime hediondo, veremos mais cena lamentáveis como essa. Meu profundo pesar aos familiares das vítimas. Que os criminosos paguem caro por isso. (Leonardo dos Santos) 

 

 

Ver comentários