Notícia

Custo, insegurança... leitores criticam mudanças na Terceira Ponte

Avaliado em R$ 100 milhões, projeto apresentado pelo governo do Estado prevê ciclovias, mais duas faixas, muro de proteção de prevenção a suicídios e até um mirante

Terceira Ponte terá mais faixas, porém mais estreitas, o que vai impossibilitar o corredor por parte dos motociclistas
Terceira Ponte terá mais faixas, porém mais estreitas, o que vai impossibilitar o corredor por parte dos motociclistas
Foto: Nestor Muller/Arquivo

Ciclovias, mais duas faixas, muro de proteção de prevenção a suicídios e até um mirante. O projeto de ampliação da mobilidade da Terceira Ponte, que liga as cidades de Vila Velha e Vitória, deverá ser concluído em três anos e está avaliado em R$ 100 milhões. 

>Ciclovia, mirante e mais faixas: entenda as mudanças na Terceira Ponte

A ponte passará a ter seis faixas para veículos, além das quatro já existentes. As duas faixas adicionais serão exclusivas para transporte público, como ônibus, táxis e vans escolares, a exemplo do que ocorre com a Linha Verde, em Vitória. 

A estimativa é que os motoristas economizem até 30 minutos nos horários de pico. No entanto, motociclistas não poderão mais fazer o chamado "corredor" (passar entre dois veículos) quando a Terceira Ponte estiver pronta, já que haverá estreitamento das faixas.

A ciclofaixa, e consequente barreira de proteção, será feita toda em estrutura metálica. "São peças já projetadas, como um Lego, um total de 4 mil toneladas de aço ", explicou o secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno.

>Secretário responde dúvidas sobre obras na Terceira Ponte

As mudanças receberam muitas críticas dos leitores do Gazeta Online, especialmente em relação à falta de segurança e ao valor alto do investimento. Confira alguns comentários:

Casagrande, seria muito mais proveitoso o senhor e a sua equipe focarem em terminar algumas obras inacabadas, resolverem o problema de mobilidade urbana e principalmente darem um jeito nos arrastões que andam acontecendo nos ônibus! Parem de inventar moda! (Lucas Gonçalves)

Precisava de uma atitude imediatamente, porque a Terceira Ponte em horário de pico é uma vergonha, ninguém merece esse trânsito que para as cidades de Vitória e Vila Velha. Se o projeto sair do papel será uma vitória para todos. (Eder Melhorim)

Se aumentar a quantidade de faixas, com a Ponte da mesma largura, vai diminuir os suicídios e aumentar o número de acidentes. (Alessandro Andrade) 

Resumindo: mais acidentes de moto em cima da ponte! Embora eu ache meio impossível essa obra sair do papel. Vai ser mais uma obra inacabada que irá passar sempre para o próximo governo terminar. (Andre Cerri) 

Será muito bom para mobilidade urbana. E o governo ainda está cumprindo ao finalizar a Leitão da Silva ainda neste ano. (Victor Oliveira)

Acho desnecessário aumentar a quantidade de faixas na ponte já que, quando chega a Vila Velha, reduz a quantidade formando engarrafamentos! Cadê os engenheiros de trânsito? Igual o semáforo do Porto de Vitória, que segura todo o trânsito de Cariacica e Vila Velha pela Segunda Ponte e pelas Cinco Pontes! Problema fácil de se resolver! (Sérgio Gomes) 

Um grande absurdo gastar 100 milhões de reais em uma simples ponte. Sou a favor, pela segurança, de se colocar barricadas para não acontecer de pessoas pularem da Terceira Ponte, agora fazer mirante, ciclovia e outras coisas mais... deveriam fazer isso em outro lugar. (Richard Freitas) 

Só resta uma pergunta: para que concessão, se o governo faz as obras mais relevantes? Se tem dinheiro para essas obras, tem para manutenção também. (Deilton Delunardo Oliveira) 

E o gargalo que existe quando chega a Vila Velha ? Vão resolver como? Ou só vão encher a ponte de carro sem escoar isso? (Junior Esteves) 

Esboço de como vai ficar ciclovia na Terceira Ponte
Esboço de como vai ficar ciclovia na Terceira Ponte
Foto: Divulgação | Governo do Estado

Estão querendo fazer gracinhas com essa ponte, que desafogou o trânsito na Lindenberg e na Segunda Ponte, mas elas já não está mais dando conta. O negócio é fazer outra agora. (Paulo Araújo) 

Outro fator relevante a ser considerado é a utilização de estrutura metálica, que tem alto custo com manutenção devido à corrosão, risco de desabamento... (Gil Marcos Fernandes) 

A julgar pela celeridade na entrega da Avenida Leitão da Silva, posso afirmar que essa obra da Terceira Ponte será concluída em 2083. (Walbert Lacerda) 

Capixabas, qual obra vai terminar primeiro: aquaviário, quarta ponte ou mirante com ciclovia? (Ronnie Von Pereira Lopes) 

Folclore chegou mais cedo neste ano. Ponte com mirante é agora a mais nova lenda capixaba. (Guilherme Campos) 

O problema do trânsito só acabará quando tivermos transporte público de qualidade e menos carros na cidade, principalmente nos horários de pico. (Yan Del Nery) 

Ciclovia em declive acentuado é uma combinação favorável a acidentes com traumas. Melhore a ligação cicloviária entre Vila Velha x Vitória pela Rodovia Carlos Lindenberg que já está de bom tamanho, a um custo bem menor. Fica a dica de quem pedala há 50 anos. (Paulo Barcelos) 

A julgar pela celeridade na entrega da Avenida Leitão da Silva, posso afirmar que essa obra da Terceira Ponte será concluída em 2083. (Walbert Lacerda) 

Mirante com vista para a baía? Subam o Morro do Moreno que é de graça e não vai gerar um rombo de R$ 100 milhões de reais do bolso do povo. Ou concluam as inúmeras obras inacabadas. (Gabriel Miranda) 

Ver comentários