Notícia

Demolição de quiosques em Vila Velha divide opiniões de leitores

As 46 unidades localizadas nas praias de Itapoã e Itaparica começam a ser derrubadas a partir do dia 1º de novembro. Trabalho deve durar até agosto do ano que vem

Quiosque em Itaparica: Justiça determinou demolição
Quiosque em Itaparica: Justiça determinou demolição
Foto: Vitor Jubini

Após uma longa batalha judicial, os 46 quiosques localizados nas praias de Itapoã e Itaparica, em Vila Velha, começam a ser derrubados a partir do dia 1º de novembro. As demolições devem ser concluídas até o final de agosto do próximo ano. 

O plano é que a derrubada aconteça de forma gradativa, à medida em que forem sendo construídas as 20 novas unidades na região, para que a região não fique sem o serviço em nenhuma fase. 

>Projeção mostra novos quiosques para a orla de Itaparica

Em setembro, a Prefeitura de Vila Velha deve lançar o edital para selecionar a empresa que vai se responsabilizar pela construção e por explorar as unidades por prazo que pode variar de 15 a 20 anos. "Dessa forma o município não dispende recursos. A área pública é concedida e a empresa realiza a obra e explora a unidade por prazo determinado", explicou o secretário de Administração de Vila Velha, Rafael Gumiero.

O tema levantou grande debate entre os leitores que se manifestaram nas redes sociais do Gazeta Online. Confira alguns comentários: 

Agora os assaltos correm soltos. Acabou a caminhada na orla. Eram os quiosques que forneciam segurança, com seu movimento. Praia vazia, salve-se quem puder. O Espírito Santo tem um potencial turístico invejável e o pior investimento em turismo jamais visto. Não consigo entender isso. (Lia Macedo)

Francamente, hein? Vão derrubar os quiosques quase no início da temporada de verão. Por que não fazem isso durante a baixa temporada? Não dá para entender. (Jorge Arnoni) 

O que me incomoda não são os quiosques e sim chegar na praia às 15h e ter mais sombra dos prédios do que sol. Mantenham uma fiscalização realmente efetiva e deixem o povo trabalhar! (Jack Junia) 

Passou da hora de modernizar nossa orla mesmo. Torná-la mais atrativa, trazer turismo. Não há maneira de ir contra a modernização, principalmente sobre algo que começou ilegal. É ruim? É. Mas tem que ser feito. (Lucas Oliveira Potratz) 

Péssima hora. Em plena temporada de verão com obras na praia. Falta de planejamento. Façam isso no inverno, que é a baixa temporada. Um atraso aqui, outro ali e se vão dois ou mais verões. Falta de planejamento é líquido e certo, assim como os aditivos. (Law Poltronieri) 

Façam visitas nas orlas das cidades nordestinas. O movimento é muito grande. O comércio e o turismo são bem diversificados, planejados e organizados. Deveriam fazer projetos como exemplos da região de Aracaju e Maceió. (Marcelo Delpupo) 

Sou plenamente a favor da substituição desses quiosques. Oferecem um serviço de péssima qualidade, num ambiente de qualidade sanitária duvidosa. Esses locais só se preocupam em vender bebidas alcoólicas. Já está na hora de nos igualarmos às demais praias de nossa região e oferecermos outras opções aos turistas e moradores. Vejam os exemplos de Vitória e Guarapari. (Luiz Carlos Minzoni) 

Além de acabar com a orla, espantar o turista da cidade vai tirar o sustento de muitos que dependem do quiosque para trabalhar. Parabéns prefeito, vereadores e outros por trás disso tudo. Vão levar mais dificuldades a quem não merece. (Karla Sanderson Ribett) 

Demolição de 46 quiosques nas praias da Itapoã e Itaparica passou por longa batalha judicial
Demolição de 46 quiosques nas praias da Itapoã e Itaparica passou por longa batalha judicial
Foto: Eduardo Dias

Vai ser um monte de quiosque padronizado e caro. Vão estragar a beleza particular de cada quiosque atual na orla. A nova rota das aeronaves por cima da orla de VV deixa qualquer pessoa deste ou de outro Estado encantado para conhecer a praia. Pelo visto essas pessoas não aproveitarão o que já existe prontinho. Lamentável e triste. (Lucas Altoé) 

Eu moro na Praia da Costa e não tenho coragem de comer mais nada nesses quiosques desde que fui parar no hospital. Cozinhas sujas, banheiros terríveis, comida ruim e extremamente cara. Se vão demolir e construir algo melhor será muito bem-vindo! Em Vitória já vi dois novos quiosques. Estão muito bonitos, tudo novo e limpo. (Renata Ladeira) 

O que falta é fiscalização e vigilância. Sair demolindo é fácil. Se não tiver acompanhamento, daqui um tempo vira a mesma pocilga. (Tadeu Prezilius) 

Há tempos sou adepto da boa e velha “farofa”. Nada como levar seu cooler com sua gelada, uns petiscos e deixar os quiosques para quem pode pagar caro! Bem fazem os mineiros que compram tudo no supermercado! (Rodrigo Lorraine dos Santos)

Como que vou ficar na praia agora sem pedir uma porção e tomar um drinque nos quiosques?? Fora o desemprego que vai aumentar. (Camila Bressan) 

Tem que tirar um pouco de quiosques mesmo. Quem passa de carro ou a pé na orla nem vê o mar direito de tanto barraco na frente. (Alzenita Pereira) 

O momento é de união, independentemente de questões políticas que possam vir a aparecer. Sou a favor do protesto consciente e organizado! Amo essa praia. (Luciany Gabriel) 

E por isso que cada vez mais os turistas de Minas e do próprio ES estão indo para Porto Seguro, Cabo Frio e Arraial do Cabo. Eu mesmo sou um que não vou mais, estão acabando com tudo em volta das praias. (Walas de Oliveira) 

Tem que colocar é mais polícia na orla, que está abandonada. Domingo eu pedalei do final do calçadão em Itaparica até a Praia da Costa e não vi nenhum policial. (Flávio Augusto Nunes) 

As melhorias são válidas, o período para tal obra que não é o correto. Muito próximo do final do ano. (Fabio Macedo) 

Ver comentários