Notícia

Máfia ou necessidade? Leitores debatem o fim dos radares móveis

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) prometeu acabar com os aparelhos portáteis usados pela PRF na fiscalização das rodovias. A medida gerou polêmica entre os internautas

Agente da PRF com radar móvel: excesso de velocidade é um dos focos da fiscalização da polícia
Agente da PRF com radar móvel: excesso de velocidade é um dos focos da fiscalização da polícia
Foto: Carlos Alberto Silva

Na segunda-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) prometeu acabar com os radares móveis utilizados pela Polícia Rodoviária Federal nas rodovias federais do país. "É só eu determinar à Polícia Rodoviária Federal que não use mais", disse, em evento no Rio Grande do Sul.

Na visão do presidente, os dispositivos que medem a velocidade dos veículos são usados pela "máfia da multa". "É uma roubalheira esta verdadeira indústria da multa que existe no Brasil. Anuncio para vocês que, a partir da semana que vem, não teremos mais radares móveis no Brasil", declarou.

>"Nós queremos acabar com os radares móveis", diz Bolsonaro

Em entrevista ao Gazeta Online, o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Valdo Lemos, explicou que até o momento não há qualquer recomendação para que os aparelhos deixem de ser utilizados pelos agentes. "Tem que se aguardar qual mecanismo legal será utilizado para não se utilizar esses radares", comentou. 

Atualmente, o Espírito Santo conta com dez radares portáteis. O inspetor da PRF reforçou a importância do aparelho na fiscalização de motoristas infratores. "Com o aumento do fluxo de veículos em circulação, crescimento anual da frota, todo e qualquer equipamento que auxilie o trabalho do agente é importante. Apenas o material humano não dá conta da fiscalização. Os equipamentos eletrônicos são imprescindíveis para auxiliar os policiais", disse.

A possível suspensão do uso de radares móveis foi bastante debatida pelos leitores do Gazeta Online. Confira alguns comentários postados em nossas redes sociais:

A gente passa em frente aos postos da PRF e muitos deles estão apagados, agentes batendo papo e outros fingindo fazer algo. A fiscalização seria mais eficiente se mais carros fossem abordados. Os radares não fiscalizam pneus carecas, motoristas bêbados ou desabilitados. Esses radares são apenas mais um instrumento da indústria da multa. (Josue Monteiro)

A estrada tem um limite de velocidade, tem sinalização indicando esse limite. Se você desrespeita a sinalização, além de colocar a sua vida e a de outros em risco, você está errado. Não tem nada o que reclamar. É como o ladrão reclamar que foi preso porque tinha câmera no local. (Vitor Siqueira Pereira) 

Tem que continuar mesmo. E tem que dobrar o valor multa. Quem não quer ser multado, que aprenda a dirigir com prudência. (João B. Dornellas) 

Esses radares só servem para gerar multas, para quem tem educação no trânsito é indiferente. (Julianna Meneguelli) 

Quem defende radar móvel só dirige em cidade ou nem dirige. É um caça-níquel, pois não cumpre o objetivo que é diminuir a velocidade num trecho em questão, pois está escondido. Aí dizem que “é só respeitar o limite de velocidade'”. Se for para respeitar esses limites ridículos de tão baixos é melhor ir a pé ou de bike que chega mais rápido! (Junior Pagotto) 

Só vai aumentar os acidentes com estes motoristas loucos nas rodovias. Esse cara anda para trás em tudo. (Maria do Carmo Oliveira) 

Isso é um roubo à população que é obrigada a trafegar pelas rodovias no Brasil. Graças a Deus o presidente Bolsonaro aos pouco está resolvendo. (Antonio Marquez) 

O presidente Jair Bolsonaro chamou o uso de radares móveis de "roubalheira"
O presidente Jair Bolsonaro chamou o uso de radares móveis de "roubalheira"
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Eleitores de Bolsonaro apoiando coisas erradas. Se tirarem esses radares, haverá mais acidentes e mortes nas estradas. (Rondinerio Rodrigues) 

Votei nele, mas aí já é um absurdo. Se correndo o risco de ser pego pelo móvel as pessoas não respeitam e se arriscam ao dobro da velocidade permitida, imagina tendo certeza que não terá radar. (Alê Bernardo Paulino) 

Os órgãos responsáveis teriam que ser cobrados por desobedecer as medidas citadas pelo Bolsonaro. Ele disse que é ele quem manda. Pelo jeito vai mal, sem autoridade como presidente do país. Presidente sem força para o comando do Brasil. (Jaime Cerqueira) 

Eu queria saber por que há tanto medo de radar. (Jose Carlos Rodrigues Dias) 

Parabéns, presidente. Você realmente se preocupa com o cidadão de bem deste país. (Andersom Santos) 

Parabéns, presidente. Trabalho excelente. Poderia estender a medida aos semáforos, placas de trânsito e a própria PRF... acaba com tudo logo. Parabéns! (Flávio Gonçalves de Oliveira) 

Eu não tenho que pagar nenhuma multa, porque eu dirijo do jeito que é prescrito e eu sigo as regras de trânsito. Somente aqueles que gostam de dirigir mais rápido do que o permitido estão felizes com a abolição do radar. Agora o Brasil se torna uma pista de corrida, especialmente para os caminhões. (Michael U. Costa) 

Parabéns, presidente. O cidadão brasileiro vem sendo muito maltratado pelos últimos governantes. Pelo menos agora temos alguém do nosso lado. (Bruno Falce) 

E quem não gosta de fiscalização são os maiores infratores. São pessoas que não se importam de matar ou morrer no trânsito. (Luzia Maria Ribeiro Almeida) 

O brasileiro não respeita o trânsito de jeito nenhum, nem com radar móvel nem fixo, nem com leis, com nada. Mesmo aplicando multas de 5, 10, 50 mil reais ele vai continuar imprudente e mal educado no trânsito. Essa é a realidade! (Leon Lima) 

Essa galera não gosta muito de estatística, então não dá a mínima para a diminuição dos acidentes. Com toda certeza esses cegos que batem palma para isso vão aprender da pior maneira possível. (Édina Moraes Vinissão Aleixo) 

Ver comentários