Notícia

"Falta segurança", diz leitora sobre fechamento de lojas

Três em cada dez salas comerciais da Grande Vitória estão fechadas devido à crise econômica. Burocracia e aluguéis altos também são apontados pelos leitores como motivos para esse cenário

Com atrasos nas obras da Avenida Leitão da Silva, lojas fecharam as portas
Com atrasos nas obras da Avenida Leitão da Silva, lojas fecharam as portas
Foto: Fernando Madeira

Três em cada dez salas comerciais da Grande Vitória estão fechadas, fruto da crise econômica. Esse número cresceu principalmente nos últimos quatro anos, segundo o Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado do Espírito Santo (Sindimóveis-ES).

>Opinião da Gazeta: Pontos comerciais vazios compõem uma paisagem de desolação econômica

Entre os bairros mais afetados estão Jardim da Penha, Jardim Camburi e o Centro, em Vitória; Itapoã, Centro e Praia da Costa, em Vila Velha; e São Geraldo e Vera Cruz, em Cariacica. Para sobreviver, alguns negócios começaram a compartilhar espaços para gastar menos com o aluguel. 

>Empresas capixabas compartilham espaços para economizar

Nas redes sociais do Gazeta Online, leitores apontaram a burocracia, os altos preços dos aluguéis e a insegurança como motivos para o fechamento do comércio. Confira alguns comentários:

Trinta por cento das lojas na Grande Vitória estão fechadas, essas que foram feitas exclusivamente para comércio. Muitas delas fecharam por ficarem inviabilizadas pelo Estado ou pelo município, esses que trocam a mão de uma rua, fazem mão única em outra, eliminam pontos de ônibus ou proíbem estacionamento em ambos os lados e não oferecem alternativa a quem trabalha nesse local. A gente vê pelos bairros inúmeras delas ociosas por ação do próprio poder público, esse que tem que ser mais inteligente, não atrapalhando as que já está instaladas, e facilitando as de qualquer porte que queiram se instalar. (Paulo C. Araújo) 

Enquanto tributos exorbitantes forem cobrados dos microempreendedores, vai ficar difícil mesmo um comércio aberto. Os políticos têm que rever esses impostos que mais fecham portas de trabalho do que abrem. (Jésica Nascimento) 

Aluguel exorbitante, impostos astronômicos, falta de segurança... os motivos são muitos. Sem contar o preço bem mais baixo dos produtos online em comparação ao vendido em loja. Nos Estados Unidos, shoppings inteiros fecharam! Bem-vindo à era da tecnologia. Os centros de distribuição serão cada vez maiores. O Amazon já está aí. (Wenderson Sartório) 

Cada dia mais estabelecimentos fechando. Vitória precisa passar por uma reconstrução geral, reformar os imóveis que ainda for possível, demolir vários imóveis já deteriorados, construir novos e modernos, prédios-garagens, alavancar a área do turismo etc. (José Maria Gonçalves) 

Realidade em todo país. Se no nosso Estado estamos sentindo a crise , vamos analisar os que já estavam em crise. Triste saber que ainda vamos amargar por muito tempo, porque estamos girando na contramão. Governos que administram para os grandes, se esquecendo que quem consome é a grande massa da população, infelizmente há consequências. Uma grande nação sendo governada por pequenos. (Therezinha Vergna Vieira) 

Muitas lojas estão de portas fechadas na Av. Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital
Muitas lojas estão de portas fechadas na Av. Jerônimo Monteiro, no Centro da Capital
Foto: Ricardo Medeiros

Com a construção de shoppings, o Centro de Vitória deixou de ser atrativo. Para piorar, é ruim de estacionar, não tem banheiros públicos e não oferece segurança. Por tudo isso o comércio está quebrando, mas não é exclusividade daqui. Outras cidades enfrentam essa migração do comércio. (Naylian Tompson) 

Ir ao shopping é bem melhor, tem ar condicionado, segurança e estacionamento. (Oseias Carvalho) 

Isso já vem acontecendo há muito tempo. Começou a partir de 2014 e, como a prefeitura não faz melhoria no Centro de Vitória, a situação só vem se agravando. Não tem segurança, não tem estacionamento, aí fica difícil. (Francisco Amorim) 

Falta investimento e revitalização do Centro de Vitória. Está certo que os aluguéis são exorbitantes, mas olhem as fachadas dos prédios antigos... está um horror. Enquanto Campo Grande, Laranjeiras, entre outros locais, crescem mesmo com arrecadação menor do que a cidade de Vitória. (Raquel Siqueira) 

Donos de salas comerciais estão fora da realidade do país. Sou lojista e faz muito tempo que os preços estão absurdos para locação. Tanto que abri a minha loja na minha garagem. Aqui no meu bairro qualquer ponto comercial é mais de dois mil, qualquer portinha. E isso já vem de anos... (Geizila Magevski) 

Os proprietários preferem deixar o ponto fechado ou ainda ter prejuízo de caloteiro do que alugar por preço baixo. Está difícil para todos. (Regiane Scarpati) 

Cobram uma fortuna de aluguel do microempreendedor, querem cheque caução, fiador, DNA de Elvis Presley. Então quem não tem tanto recurso está montando seu empreendimento dentro de casa. (Dalete C. Campello) 

Se a pessoa aluga um ponto que se encontra em um prédio tombado, vai ter uma dor de cabeça só para fazer uma reforma, fora que o Centro de Vitória está todo deteriorado. Dá até medo de passar embaixo das fachadas e cair um pedaço de concreto na cabeça. (Robson Gomes) 

Vitória infelizmente no fim de semana parece cidade fantasma, e durante a semana, uma cidade esquecida. (Sandrinha Cris) 

Ver comentários