Notícia

Veja 6 destinos românticos pra aproveitar o inverno no Espírito Santo

Não é necessário sair do Estado para viver dias de romance. Confira opções na Região do Caparaó, Santa Teresa, Matilde, Domingos Martins, Pedra Azul e Itaúnas

Destinos românticos no Espírito Santo
Destinos românticos no Espírito Santo
Foto: Montagem

As temperaturas mais baixas são um convite para viajar a dois e se aquecer no frio, mas as belezas da praia, mesmo no inverno, também atraem os casais. E não é necessário sair do Espírito Santo para viver dias de romance. Região do Caparaó, Santa Teresa, Matilde, Domingos Martins, Pedra Azul e Itaúnas são destinos repletos de charme no Estado.

A poucos quilômetros da Capital, Domingos Martins já foi eleita a cidade mais romântica do país. A paisagem exuberante, a arquitetura e o clima frio explicam a escolha do local. Para onde se olha, a vista encanta e combina com um jantar a dois, diferentes passeios ou simplesmente curtir o momento.

> Imponentes, lindas e cheias de história. Conheça as igrejas do ES

> Confira roteiro com lugares para curtir o começo do inverno no ES

Do frio para o calor, Itaúnas é conhecida pelas águas mornas e o forró. Por falar no ritmo, de 15 a 22 de julho será realizado o Festival de Forró de Itaúnas. Se você gosta de dançar, a vila ferve e dá até para contratar um casal para aprender o ritmo. Se prefere mais tranquilidade, é melhor ir antes ou depois da festa. Veja outras opções.

1 - REGIÃO DO CAPARAÓ

Nascer do sol no Pico da Bandeira nesta terça-feira (04)
Nascer do sol no Pico da Bandeira nesta terça-feira (04)
Foto: Sairo Guedes

O frio congelante dos últimos dias, que chegou a 14°C abaixo de zero no Pico da Bandeira, chamou ainda mais a atenção do país para a Região do Caparaó. O autor das imagens é o condutor Sairo Guedes, que há 17 anos trabalha no Parque Nacional do Caparaó e se surpreendeu com a repercussão. De terça (04) para quarta-feira (05), as imagens dele ficaram conhecidas no Brasil. Guedes já recebeu em torno de 200 solicitações de amizade no Facebook. "É bom porque divulga a região."

Como conhece bem o local, o condutor afirma que o destino é procurado por casais. "Teve casal que foi ver o nascer do sol como lua de mel e já teve pedido de casamento em cima do pico", lembra.

O horário de funcionamento do parque é de 7h às 18h para visitas, com ou sem pernoite. Quem deseja ir pela Portaria de Pedra Menina, localizada no Espírito Santo, deve seguir para o município de Dores do Rio Preto. (Veja no mapa abaixo)

No Estado, a Região do Caparaó engloba os municípios de: Alegre, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibatiba, Ibitirama, Iúna, Irupi, Jerônimo Monteiro Muniz Freire e São José do Calçado. 

2 - SANTA TERESA

Vinícolas, frio e culinária são alguns dos atrativos de Santa Teresa, na Região Serrana do Estado, para os apaixonados. "Nosso primeiro ponto é a baixa temperatura, em torno de 9 graus, que chama para uma boa massa com vinho", afirma a subsecretária de Turismo e Cultura de Santa Teresa, Lucinete Fontana Bortolini.

Dentre as opções de passeio, Lucinete destaca o Circuito Caravaggio, onde o visitante pode desfrutar de comidas típicas, se hospedar em pousadas, conhecer vinícolas e a Casa do Espumante. Além de contemplar as belezas naturais do município. No local, também fica a rampa de voo livre, dentro de uma propriedade particular.

No Centro da cidade, as praças charmosas, a Rua do Lazer, o museu de imigração e a galeria de artesanato são outros pontos turísticos.

3 - MATILDE

Matilde
Matilde
Foto: Fernando Madeira

Quem curte o frio e busca um clima de romance com aventura, Matilde, em Alfredo Chaves, é uma opção. De acordo com informações da prefeitura do município, no inverno as temperaturas variam entre 10ºC e 15ºC, mas já foram registrados 5ºC nas regiões próximas a Matilde. Sendo assim, um casal pode se deliciar nos cafés ou saborear alguma massa, com vinhos ofertados nos restaurantes da vila.

A culinária, com fortes tradições italianas, é rica em massas, polenta, caldos e iguarias de carne de porco.

Para os casais mais radicais, as dicas são: rapel na Cachoeira de Matilde, passeio de quadriciclo por toda a redondeza do lugar ou ainda descer o túnel de Matilde.

Veja as imagens do fotógrafo de A GAZETA Fernando Madeira

Ainda dá para visitar a estação ferroviária, que é tombada como patrimônio histórico nacional, se hospedar em pousadas e hotéis. Um atrativo a mais é a festa da Banana e do Leite, que acontece entre os dias 27 e 30 de julho, e é o maior evento do município.

Segundo informações da Prefeitura de Alfredo Chaves, o trecho que liga o Centro até o vilarejo é todo asfaltado e sinalizado, o que facilita a locomoção. 

4 - DOMINGOS MARTINS

Domingos Martins
Domingos Martins
Foto: Divulgação/Prefeitura de Domingos Martins

Um dos destinos mais famosos do Espírito Santo é Domingos Martins. O município, localizado na Região Serrana do Estado, já ganhou o título de Cidade Mais Romântica do Brasil, em 2008, em um concurso da revista Viaje Aqui, que destacou a temperatura média da cidade, de 12ºC, como um dos atrativos. Além da arquitetura e do bucolismo.

Em 2017, o município aparece mais uma vez como um dos principais destinos românticos do país, em levantamento feito pelo site Trivago, especializado em hotéis e viagens. De acordo com a prefeitura do município, Domingos Martins ficou em quarto lugar no ranking do portal eletrônico. Segundo o site, o destino é ideal para quem curte o contato com a natureza e temperaturas amenas. O buscador de viagens também destaca as caminhadas e trilhas que podem ser feitas na região para explorar a Mata Atlântica.

Colonizado por alemães e italianos, o município ainda mantém fortes os traços de seus antepassados, que podem ser vistos na culinária, na cultura, no artesanato e na arquitetura. Logo na entrada da cidade é possível observar a influência de imigrantes germânicos que chegaram à região entre 1847 e 1873 a fim de colonizá-la. Um pórtico em estilo germânico recepciona as pessoas que chegam ao local.

No inverno, Domingos Martins ganha um toque especial: com as baixas temperaturas, a neblina abraça a cidade e dá um clima ainda mais romântico. Outro atrativo nesta época do ano é o Festival de Inverno, de 07 a 16 de julho, quando os namorados podem aproveitar os concertos e corais acompanhados por um bom vinho, além de experimentar toda a gastronomia local, com opções de restaurantes aconchegantes. A comida típica é a alemã, mas no município há diferentes tipos de pratos, como massas, peixes e outros. 

5 - PEDRA AZUL

Uma das regiões mais belas do Espírito Santo, Pedra Azul, em Domingos Martins, reserva muitas emoções para os apaixonados. Quem busca reproduzir cenas comuns em filmes românticos pode agendar uma cavalgada pela natureza a dois. Flores, cachoeiras e muita natureza enfeitam o caminho. Depois, vale contemplar as mudanças de cores que a incidência do sol faz na famosa “Pedra Azul”.

A região possui um dos três melhores climas do mundo e a segunda maior cobertura de Mata Atlântica do país. Na região encontra-se gastronomia de alto padrão com especialidades das cozinhas portuguesa, italiana, alemã, francesa e orgânica, além de quitutes regionais, inspiradores para jantares românticos.

Para quem gosta de frio, na semana passada Pedra Azul registrou de 4,4 graus. (Com informações da Prefeitura de Domingos Martins)

 

6 - ITAÚNAS

André e a esposa Ana Paula se casaram em Itaúnas
André e a esposa Ana Paula se casaram em Itaúnas
Foto: Reprodução/Facebook

Se para muitos casais o frio é perfeito para ficar agarradinho, também têm aqueles que, mesmo no inverno, não abrem mão do calor. Para esse público, o charme e as belezas de Itaúnas, em Conceição da Barra, Norte do Estado, são uma ótima alternativa.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente de Conceição da Barra, Andre Luiz Campos Tebaldi, apresenta os atrativos da vila. Ele, que é natural de Alegre, gostou tanto do município que se casou em uma igrejinha do local. "Minha esposa é daqui e não temos vontade de ir embora. Itaúnas é bem romântica e o custo de um casamento é muito menor se comparado com cidades maiores."

Tebaldi indica aos casais um passeio de caiaque para ver o pôr do sol e tomar banho de mar, porque a água é morna em qualquer estação - ele garante. "É o final da corrente marítima quente. Tem sol em qualquer época do ano."

Fazer um passeio de quadriciclo pela vila a dois ou até com duas crianças pequenas, andar de bicicleta em trilhas e conhecer de bugre Itaúnas ou localidades vizinhas, como Costa Dourada, na Bahia, são outras dicas do secretário.

Pela própria experiência, Tebaldi sugere curtir a dois as dunas e as trilhas do vilarejo. "Dá para namorar e admirar a paisagem."

Outro ponto forte do município, segundo o secretário, é a gastronomia. "Tem o tradicional filé de pescadinha e a moqueca capixaba, que mantém viva a tradição apesar de estar ao lado da Bahia. Nos restaurantes nativos uma dica é comer a farofa, que é muito saborosa, fora os pratos preparados por chefs de cozinha, como escalopes e risoto. Também tem a cerveja artesanal. Durante a noite, o clima fica mais fresco e uma opção é tomar um vinho."

Entre os dias 15 e 22 de julho, o balneário vai ficar muito movimentado, por conta do Festival de Forró de Itaúnas. Nesse período, a hospedagem é disputada e os preços mais altos. "Itaúnas tem em média 1500 habitantes e, nas noites de maior movimento do festival, chega a receber em torno de 7 mil pessoas."

Quem não faz questão de participar do festival, pode esperar passar a festa para aproveitar o clima mais tranquilo da vila e os preços mais em conta.

 

Ver comentários