Notícia

Mãe é alma, emoção, espírito e razão

"Eu, realmente, acredito que o amor de mãe não é definido pelo DNA e sim pela entrega e pela disposição"

Mãe é amor
Mãe é amor
Foto: Unsplash

Recebi um e-mail de uma leitora e, em seu relato, ela dizia que ao ler o meu texto da semana passada, entendeu que ser mãe de ventre ou de coração é uma jornada igual para todas nós. E ela estava sentindo-se encorajada a assumir um comportamento mais confiante e de se apropriar integralmente do seu papel e do seu valor como mãe adotiva.

Que alegria para mim! Eu, realmente, acredito que o amor de mãe não é definido pelo DNA e sim pela entrega e pela disposição.

E, mexendo em meus arquivos, achei um texto do Milton Duarte e vou compartilhar aqui:

Leia também

“Adotar um filho que foi gerado fora do seu útero.

Amar, cuidar, ser responsável por quem nem viu nascer, por quem nem sequer foi esperado.

O amor de mãe não é limitado.

Uma vez mãe, verdadeiramente mãe, é impossível agir contra a vida, seja ela de quem for.

Vida é vida, não importa a árvore genealógica, o grau de parentesco, o peito em que amamentou.

A vida é preciosa, sobretudo porque foi gerada por uma mãe. E foi gerada muito mais do que em um ventre, ela nasce infinitamente mais no coração.

Por isso, mãe não é somente corpo. Mãe é alma, é emoção, é espírito e também é razão.

Embora estéreis, muitas mães foram geradas por Deus para serem geradoras de amor aos filhos de outras.

Adotiva, mas nem parece. Parece mãe. Porque mãe é conhecida não pela barriga, mas pelo peito, com ou sem leite, porque o que importa é o que está por dentro.

E dali jorra um sublime alimento que não cessa e pode ser transferido a outros.

É o amor de mãe. Incomparável, não fingido, simplesmente amor.

Afinal, para uma mãe de verdade, a única diferença entre uma gravidez e uma adoção é um útero, mas este pode muito bem ser substituído por um coração.”

Eu, hoje, do fundo do meu coração quero homenagear todas as mães na figura de uma mãe guerreira chamada Alice que, nos últimos dias, esteve em meus pensamentos, em minhas orações, e que me fez experimentar o grandioso poder da empatia que existe entre as mães que olham pelos filhos.

Alice, hoje toda a energia de amor que eu tenho vai para você. Feliz Dia das Mães!

Ver comentários