Notícia

Confira dicas de iluminação para usar na casa durante o inverno

No frio, as pessoas procuram por lugares mais aconchegantes, e a iluminação tem papel fundamental nisso. Arquitetos e designers ajudam nessa missão

A iluminação aquece os ambientes da casa no inverno
A iluminação aquece os ambientes da casa no inverno
Foto: Emerson Rodrigues

Quem já entrou em um ambiente e se sentiu acolhido sabe como a sensação é boa. O que muita gente não se toca é que a iluminação criada para o lugar contribui – e muito – para essa sensação. No inverno essa preocupação é ainda mais importante, já que, com os dias frios, nada melhor do que apostar em uma luz que acolha e te faça sentir ainda mais “quentinho” dentro de casa.

De acordo com o arquiteto Matheus Vieira, para a arquitetura, o “aconchego” se trata da experiência que o ambiente convida e, com base nisso, proporciona boas sensações sensoriais no espaço.

A iluminação aquece os ambientes da casa no inverno
A iluminação aquece os ambientes da casa no inverno
Foto: Emerson Rodrigues

No inverno, a luz natural possui menos claridade e força e, além disso, os dias são mais curtos e as noites mais longas. “É natural que no frio as pessoas procurem por lugares mais aconchegantes. A iluminação artificial é uma ferramenta que potencializa as experiências sensoriais nos ambientes”, afirma Matheus.

E nesse quesito, a iluminação quente (aquela entre 2400K a 3000K), remete ao aconchego e conforto, principalmente quando é usada de forma indireta, sem o contato direto com os olhos. “Os ambientes onde a iluminação quente é mais usada são quartos, salas de estar e jantar, porque, além da luz amarela ser mais intimista, nesses espaços é onde o usuário tende a se recolher, ficar mais quieto e introspectivo”, complementam os arquitetos Matheus Vieira, e Nathália Sodré.

Hoje, para cada ambiente, existe uma boa técnica para trazer conforto usando a iluminação quente e indireta. Gabriela Yokota, Analista de Design e Tendências da Lustres Yamamura, indicou as melhores:

Quarto

Segundo Gabriela, uma boa forma de complementar e gerar uma iluminação mais aconchegante nesse espaço é utilizar abajures com cúpulas em tecido nas laterais da cama. “O uso de iluminação indireta também complementa a sensação de acolhimento, por gerar uma luz que se dissolve de forma suave no ambiente”, acrescenta.

Sala

A iluminação aquece os ambientes da casa no inverno
A iluminação aquece os ambientes da casa no inverno
Foto: @docearquitetura

 

 

Na sala, as arandelas com efeitos de fachos de luz trazem uma estética inovadora. A designer também indica o uso do trilho com spots de luz - pois contrastam e proporcionam escolhas específicas do foco de luz para alguns pontos de interesse, como quadros e outros itens do décor.

Cozinha

A iluminação aquece os ambientes da casa no inverno
A iluminação aquece os ambientes da casa no inverno
Foto: Pinterest

Na cozinha, o ideal é a utilização de pequenos plafons com lâmpadas dicroicas - aquelas pequenininhas que ficam praticamente “invisíveis” na marcenaria. “É uma luz auxiliar na função do espaço, que ajuda para uma maior sensação de conforto, essencial para o lar, e essas devem ser usadas na temperatura de cor branco quente”, orienta Gabriela.

Velas são bem-vindas

As velas já são a marca registrada de muitas cenas de “conforto” e “self care”. E no inverno elas caem superbem junto ao décor (tomando todos os devidos cuidados, é claro). “Por serem objetos que, de fato, elevam a temperatura do espaço, possuem temperatura de cor branco quente e trazem uma luz nos entremeios das penumbras formadas, enfatizam assim a sensação de conforto e acolhimento necessários para a estação”, complementa a designer Gabriela Yokota.

Mas a designer ressalta que, no entanto, as velas possuem uma vida útil curta, e para atenderem ao ideal de iluminação do espaço, precisam ser dispostas em grande quantidade, ou seja, na maior parte dos casos é necessário muitas velas para se obter uma boa iluminação. “Portanto, as velas são indicadas apenas para ocasiões específicas, como em jantares especiais ou outras situações fora da rotina”, finaliza Gabriela.

Os spas em casa

De acordo com a arquiteta Nathalia Sodré, as velas podem ser usadas até nos banheiros, graças a tendência crescente dos spas em casa. “Algo que se tornou uma grande tendência é ter áreas de Spa em casa, com isso os banheiros ganham uma pegada de refúgio, que combina muito com as velas aromáticas”, complementa a profissional.

Combine luz com mais elementos

O arquiteto Matheus Vieira ressalta dizendo que alguns elementos no décor, como mantas e tapetes, combinam muito com uma boa iluminação, e trazem mais conforto ainda ao ambiente. “O uso de mantas nos sofás como parte da decoração, e que você também possa usar enquanto assiste a um filme, por exemplo, é uma ótima dica. Beber um vinho (ou qualquer outra bebida mais quente de sua preferência) também é uma ótima opção para completar a sensação de aconchego. E temos ainda os tapetes e as almofadas, que são ótimas alternativas. Nos quartos, edredons e uma maior quantidade de travesseiros sobre a cama tornam o espaço mais convidativo. No banheiro, sempre deixe aromatizantes, sais de banho, ou algo que te convide a estar naquele espaço”, exemplifica profissional.

O estilo escandinavo

O estilo escandinavo é sinônimo da alta qualidade que vem dos países nórdicos da Europa, sendo essa tendência uma boa pedida para a decoração invernal. Segundo a designer Gabriela Yokota, as características desse estilo se propõe com uma estética clean, minimalista e natural, que prioriza o aconchego em sua essência. “Dessa forma, os revestimentos em tecidos e as cores são muito importantes na tendência, pois como deriva de países em que os dias são mais curtos, priorizam o uso de tonalidades que refletem a luz para deixar os locais mais claros e confortáveis”, complementa ela. E o uso de cores como bege, off-white e rose são boas opções desse modelo, que também serve de inspiração para uma decoração de inverno com toques de acolhimento.

Ver comentários