Notícia

Blumenau: a capital da cerveja no Brasil tem muitos rótulos para contar

Estive em alguns dos muitos lugares cervejeiros espalhados pela cidade e deixo aqui a dica dos que você - que pensa em conhecer a cidade - não pode deixar passar

Blumenau: Taynã Feitosa reúne os melhores rótulos por lá
Blumenau: Taynã Feitosa reúne os melhores rótulos por lá
Foto: Divulgação

Foi pelas águas do rio Itajaí-açu que os primeiros colonizadores germânicos chegaram à Blumenau, hoje a terceira maior cidade de Santa Catarina. A cidade ostenta o título de Capital Brasileira da Cerveja e esse foi um dos principais motivos que me levaram a desbravá-la por alguns dias em busca de histórias, aprendizados e, claro, cervejas.

> Bora tomar uma: 4 cervejas artesanais para pai nenhum "botar defeito"

Blumenau é destino certo para amantes cervejeiros. Além da quantidade enorme de cervejarias, brewpubs (bar e cervejaria em um só lugar) e bares com inúmeras torneiras, a colonização alemã se faz presente em todas as ruelas, no idioma também dito por alguns nas ruas e, claro, na precisão na hora de fazer cerveja: não é difícil beber bem na cidade que abriga a segunda maior Oktoberfest do mundo (fica atrás apenas da festa de Munique), o Festival Brasileiro da Cerveja, escolas especializadas em diversas formações na área e também o Museu da Cerveja, que mistura a história do desenvolvimento da cidade com suas raízes cervejeiras germânicas.

> No Dia Internacional da Cerveja, uma bela desculpa para uma gelada

Estive em alguns dos muitos lugares cervejeiros espalhados pela cidade e deixo aqui a dica dos que você – que pensa em conhecer a cidade – não pode deixar passar. Dos mais famosinhos aos diferentões. E só digo uma coisa: não conheci tudo que queria e logo, logo, quero voltar. Cheers!

1. Bier Vila, na Vila Germânica

Munida com quarenta torneiras de cervejas locais, brasileiras e algumas estrangeiras, o Bier Vila é um dos pontos altos da Vila Germânica, charmosa vila que abriga os galpões onde acontece a Oktoberfest e outras festas cervejeiras da cidade. Além disso, o bar tem loja própria e também conta com um cardápio que passeia pela gastronomia alemã, petiscos e massas. Por lá, conheci a Saison com lúpulo Idaho 7 da River Falls Brewing Co., cervejaria de Joinville.

Bora tomar uma
Bora tomar uma
Foto: Divulgação

2. Wollstein Garten, no centro de Blumenau

Me encantei com um beer garden pertinho do hotel e lá fomos nós durante uma tarde mais quente. O Butiquin Wollstein Garten tem uma decoração linda, parrilha acesa o tempo todo e uma carta de cervejas bem interessante. Minha pedida foi o chope Blonde Ale, chamado Frida, da Cervejaria Blumenau.

3. Cervejaria Segredos do Malte, na Itoupava Central

A temática meio viking e meio medieval do lugar já chama atenção, e o atendimento foi um dos melhores que tive na cidade. Mas o mais interessante é que a casa trabalha com cervejas sazonais que passeiam pelas torneiras. O ponto alto da noite foi a Dark Strong Ale, para espantar o frio.

Bora tomar uma
Bora tomar uma
Foto: Divulgação

4. Stannis Pub e Cervejaria

Em busca de um pub com pegada mais underground, paramos no Stannis, que também faz sua própria cerveja. A marca é da cidade vizinha, Jaraguá do Sul, e possui rótulos bem interessantes e uma pegada bem irlandesa de beber e ser feliz. Amei a Red Sonja, uma Irish Red Ale que não me deixa esquecer seu aroma de caramelo. Recomendo.

Bora tomar uma
Bora tomar uma
Foto: Divulgação

5. Bar Estação Eisenbahn

A cervejaria mais famosa de Blumenau é um marco na cidade, mas mostra mesmo sua essência no bar anexo à fábrica. Intimista e com vista para a área de produção da cervejaria, o Estação Eisenbahn oferece cardápio tipicamente alemão e a chance de beber as cervejas direto da fonte. Aproveitei para conhecer a Happy'n Peace, a Berliner Weisse, ganhadora do último reality show da marca, o Mestre Cervejeiro Eisenbahn.

Leia também

 

 

Ver comentários