Notícia

Saiba quais são as 4 cervejas que se harmonizam bem com queijos

O casamento entre cervejas e queijos se difere porque, ao paladar, os sabores se misturam e se complementam, e essa sensação é o que chamamos justamente de harmonização por complementação

Bora tomar uma?
Bora tomar uma?
Foto: Divulgação

Noite fria com amigos reunidos e uma linda tábua de queijos na mesa. Cena agradabilíssima e comum para quem gosta de receber, não é mesmo? Mas eu, como cervejeira e sommelière que sou, te convido a experimentar a harmonização que, na minha opinião, é a mais agradável e deliciosa de todas: cervejas e queijos. E não me refiro apenas ao parmesão com cerveja comercial – inclusive, adoro! Podem me convidar para o boteco mais próximo e pedir ao garçom pra descer a porção –, mas às combinações entre os mais diferentes queijos e os inúmeros estilos de cerveja.

> Vitória recebe encontro nacional cervejeiro com passeios e degustações

O casamento entre cervejas e queijos se difere porque, ao paladar, os sabores se misturam e se complementam. Essa sensação é o que chamamos justamente de harmonização por complementação. É claro que é possível harmonizar por oposição e corte, mas a aventura de combinar dois alimentos tão improváveis, vale a pena. Ou nem tão improváveis assim, já que a cerveja é considerada "o pão líquido".

> Dia da Cerveja: tire as principais dúvidas sobre a bebida

Deixo então a experiência pronta: quatro dos meus queijos favoritos harmonizados com quatro rótulos que amo para que vocês embarquem nessa aventura. Cheers!

 

 

Bora tomar uma
Bora tomar uma
Foto: Divulgação

Backer Capitão Senra Amber Lager + Queijo Minas

Queijo mineiro com cerveja mineira. O frescor e a leveza do queijo minas harmoniza perfeitamente com a delicadeza dessa Amber Lager que, apesar de ter um leve amargor, é equilibrada e tem as notas dos seus maltes ressaltadas na receita. Para queijos leves, cervejas leves – de estilos como Munich Helles, Kolsch, Hefeweizen e outras lagers – são as ideais.

Bora tomar uma
Bora tomar uma
Foto: Divulgação

Chimay Rouge Belgian Dubbel + Queijo Brie

Se eu precisasse escolher apenas uma harmonização para o resto da vida, seria cerveja belga com queijo brie. A escolha dessa Dubbel clássica é certeira para o queijo cremoso de fungo branco. As notas de aroma e paladar de frutas passas e doces, como a cereja, harmonizam com esse queijo que vai bem com geleia de frutas e sustenta cervejas levemente mais complexas. Experimente também com cervejas que possuem acidez.

Bora tomar uma?
Bora tomar uma?
Foto: Divulgação

Paulaner Salvator Doppelbock + Queijo Grana Padano

Cá estamos com a cerveja clássica "pão líquido": essa Doppelbock era consumida pelos monges que produzem a Paulaner em jejum, na época de quaresma. Queijos duros e salgados, como o grana padano, pedem cervejas com corpo e teor alcoólico mais elevado. De amargor baixo, a harmonização aqui se dá por contraste. Tente também queijos duros e salgados com cervejas mais tostadas ou mais lupuladas.

Bora tomar uma
Bora tomar uma
Foto: Divulgação

Delirium Nocturnum Belgian Strong Dark Ale + Queijo Gorgonzola

Aqui temos um queijo que tem tudo: fungos azuis, potência, sal, gordura e intensidade. Para segurar um gorgonzola, a cerveja tem que ser complexa. Minha sugestão é doce, para equilibrar com o salgado; alcóolica, para quebrar a gordura e limpar as papilas gustativas; e complexa, com sabor de chocolate intenso e frutas passas. Você também pode harmonizar queijos potentes com cervejas de guarda, com presença forte de álcool, torrefação ou amargor.

Leia também

Ver comentários