Notícia

Preservação da natureza é o lema do Parque Botânico

Além do Jardim Sensorial, orquidário e das trilhas ecológicas, espaço adota outras práticas sustentáveis com a comunidade ao longo do ano

Considerado uma das principais atrações de lazer na cidade, o Parque Botânico da Vale, em Vitória, comemora 15 anos neste mês. Nesses dias festivos, a instituição reforça com o público capixaba o compromisso com o meio ambiente, por meio de práticas diárias sustentáveis e de programas que englobam os pilares de cultura, educação, saúde e entretenimento. Atualmente, o local atrai, no Cinturão Verde da Unidade de Tubarão, cerca de três mil pessoas aos finais de semana.

No dia a dia do parque, quem frequenta o espaço tem a oportunidade de ficar em contato com mais de 140 espécies de árvores, incluindo pau-brasil, jacarandá e ipê, além de animais silvestres, como caticocos, gambás e saguis. O local também reúne várias espécies de aves que podem ser vistas nas trilhas ecológicas abertas para os visitantes. "O Parque Botânico é um importante fragmento florestal na área urbana, que assume um papel importante na conservação da biodiversidade da Mata Atlântica", ressalta Vitor Maciel, supervisor de Ativos de Relacionamentos da Vale.

 Especial Parque Botânico  

 

Clique aqui e confira!

Ao promover uma interação diferenciada com a natureza, por meio dos cinco sentidos, o Jardim Sensorial compõe a ampla programação do parque, e chama a atenção de pessoas de todas as idades. Além de estimular o equilíbrio, a percepção, o desenvolvimento físico e mental dos frequentadores, a iniciativa cria alternativas para o entendimento das pessoas acerca do universo das cores, plantas e dos animais.

 

 

"Com base na consciência ambiental, desenvolvemos um trabalho de formiguinha. Quando uma pessoa muda os próprios hábitos, ela se torna facilitadora da informação. E, aos poucos, vemos os frutos do nosso empenho de diversas formas, até mesmo com relatos das escolas que implementaram a coleta seletiva na rotina. É muito gratificante", relata o biólogo e analista de relações com a comunidade do Parque Botânico, John Pereira.

Ao longo do ano, o calendário de atividades inclui diversas atrações lúdicas, baseadas em conceitos sustentáveis. São elas: jogo da memória da coleta seletiva, ludo ecológico, horta educativa, contação de histórias, entre outras. "Acreditamos que a educação ambiental é indispensável para ajudar o mundo e, por isso, apostamos nessa abordagem. A reflexão e a sensibilização fazem parte do processo. Somente juntos poderemos construir um planeta melhor", acrescenta Vitor Maciel.

Foto: Guilherme Ferrari

Flores e descobertas

Com mais de 350 mudas divididas em 113 espécies, o Parque Botânico abriga o único orquidário da Grande Vitória aberto à comunidade. E, para quem gosta de aventura, a opção das trilhas ecológicas, organizadas pelo espaço, é boa pedida. "Com leveza e dinamicidade, essas experiências colaboram para que as pessoas se conectem com a natureza de forma consciente", revela Vitor Maciel. Para participar das trilhas, basta procurar a administração do parque para efetuar a inscrição.

 Especial Parque Botânico 

Clique aqui e confira!

Educação ambiental

No âmbito escolar, o Parque Botânico desenvolve o projeto "Programa de Educação Ambiental", em parceria com algumas escolas da cidade, com o foco na preservação da natureza. Outro destaque é o projeto "Vale nas escolas", ação social que reúne oficinas atrativas e tecnológicas desenvolvidas com estudantes da Educação Infantil ao Ensino Superior.

 

 Especial Parque Botânico 

Clique aqui e confira!  

 

Por mês, o parque recebe a média de 96 instituições. E, anualmente, mais de 1,1 mil instituições marcam presença. Para incentivar a leitura, o parque engaja a comunidade no projeto "Vagão do Conhecimento", disponibilizando mais 3,5 mil exemplares. Montada em um vagão de trem, a biblioteca inclui acervo de audiolivros, voltado para deficientes visuais.

Foto: Guilherme Ferrari

SERVIÇO

Endereço: Avenida dos Expedicionários, sem número. Jardim Camburi, Vitória/ES

Funcionamento: Terça-feira a domingo, das 8h às 17h.

Veja mais informações aqui.

Ver comentários